2.26.2013

Tomei três frascos de silêncio. Resta-me esperar que surtam efeito. 

12 comentários:

Relicário disse...

Que não se faça (over)dose de quase ída.

beijo na alma
Sam.

Nei Duclós disse...

Lidia, é tempo de dizer. Calar-se, ficou para trás. Bjo.

Roberta Repezza disse...

"A verdade mora no silêncio que existe em volta das palavras." Rubem Alves
Mas, sim, é tempo de falar! E de viver.

placco araujo disse...

Minha doce pássara.
Não saberia te dizer qual seria a dosagem certa, mas com certeza farão efeito o tempo suficiente para que as palavras tenham força suficiente para renascer, sem ficarem presas no céu da boca.

Beijos e_ternos.

Rogério Pereira disse...

O silêncio é o contexto ideal para as palavras necessárias se fazerem ouvir.

Espero-as

Paixão disse...

alguma coisa deve ter gritado dentro de algum lugar...

cabeça ou coração?

Relicário disse...

Venho deixar um abraço imenso e retribuir o carinho, seja por tantos anos, ou por alguns dias. Mas principalmente, pela troca e bonitezas que surgem e dos amigos que conquistamos e que no fundo, no fundo, não são tão virtuais assim...

Tem um presente pra você aqui: http://ancoradanoriso.blogspot.com.br/2013/03/vasto-coracao.html

Espero que se sinta num abraço e que goste.
Deixo o meu carinho.
Beijo na alma,
Sam.

Luna Blanca disse...

Nem para o céu nem para o inferno... escritores, quando morrem, vão para a eternidade.

Cristiano Guerra disse...

PIPA!
PIPAAAA!

Gritei teu nome naquele silêncio que entorta as esquinas. Fosse o alvoroço, ou mesmo não fosse, ecoei pelas ruas desta cidade estreita esparramada abaixo do teu céu. Três ou quatro nuvens cerram as janelas e portas de teu castelo. Não há ninguém em casa, advertem-me. Daqui do chão, Lídia, necessitamos insensatamente das tuas palavras de chuva. Faz trovejar novamente. Não para assustar o que dormem sem saber o que acontece, mas para que teu estrondo encante-nos novamente o coração e que seja nessa luminosidade que rasga o horizonte que você volte para nossas vidas. O silêncio não melhora, amordaça.

Para quando puderes abraçar,
abraçarei também.

Juliana Santos disse...

o silêncio muitas vezes é necessário, faz bem tomar alguns boas doses

Vanessa Carvalho disse...

o efeito
é a poesia.

flores.

MF Probst disse...

Silêncio por tempo demais machuca a gente.

;*