11.11.2010

Não estarei só








Arte: © Agócs Írisz






O pensamento faz o escritor, mas sobretudo, o sentimento. Os meus não envelheceram um só dia. Sempre achei que encontraria nas palavras uma espécie de santuário, diante do qual eu pudesse dobrar meus joelhos e me encontrar com um Deus de papel, que concretizasse meus rancores e me desse todas as respostas, aos menos, as que eu precisava.   Não para falar de mim, porque receio nunca ter estado presente, mas todos os esforços dedicados a transformação do outro refletirão em nós mesmos, ainda que fracassem miseravelmente.  Não consegui dormir até que a madrugada içou sua corda bamba e me obrigou a pescar meia dúzia de palavras. Quis levantar de minha cama e perder-me naquelas linhas das quais eu só pude resgatar a impressão de que estava tão distante quanto a lua. Meus olhos tinham escurecido de um jeito que não era possível saber se padeciam de tristeza ou de agonia. A verdade é que estava impossibilitada de aceitar uma separação que havia me desmoronado, e não tinha sequer um plano de fuga para reconstruir minha vida. Era doloroso admitir que aquelas inquietações haviam me reduzido a um sopro de pele e  que me encolhia um centímetro a cada dia. A caneta girava em minhas mãos como um lance Grand Roulet. Não fui capaz de tecer uma única linha. Há quem prefira acreditar que a sorte começa onde o azar termina.  Não entrava na cabeça  que a minha caminhasse ao meu lado tal qual um bilhete de loteria. Tenho tido visões com o moço do lago. Ainda não consegui ver o seu rosto, mas sempre que passo pelo bosque seu esboço emerge daquelas águas cristalinas. Não estarei só. Não enquanto me restar papel e tinta.




Pipa.

13 comentários:

Poliana Fonteles disse...

Sempre maravilhosa...

Pipa Que Vôa longe...

Abraço forte

Be Lins disse...

Como se fosse possível
estares só com todas essas pessoas que ficam, como eu, esperando suas palavras.

Você nunca será só, porque alem de tudo,
você tem você.


Beijo

kellymendes' disse...

ate quando restar o papel de tinta...

é sempre um encanto aqui né?
beeeeijos

dansesurlamerde disse...

no fato de não ter um plano de fuga para reconstruir a vida tu não está só.

nem nas linhas.

beijo.

WILSON disse...

Estive fora, desculpe não estar aqui para obrigá-la a cuspir uma a uma dessas frustrações sobre mim.



Fico feliz que não exiba um falso entusiasmo, e que não justifique um um afeto que não sinta. Não mais. Sinto um vento forte soprando neste céu e estou com a impressão de alguém ou alguma coisa vai levá- la para tão longe quando possível de todos esses vazios. Espero que o medo não arrebente com a sua coragem, minha fame fatalle.

Case comigo: não tenho nenhum interesse em sua fortuna.


Wilson, seu amigo, o terceiro homem.

Sara disse...

Não estarás sozinha, tens imaginação de sobra para mais que papel e tinta...a arte nasceu antes da escrita tu és artista...
1 Abraço 2 beijos, e que a face do rapaz se mostre em luz.

Pérola Anjos disse...

Tens a poesia dentro de ti, nunca poderá estar só. Isso é uma dádiva!

Beijos, querida Pipa!

Priscila Rôde disse...

Querida Pipa, você nunca estará sozinha! Tens a palavra! Um mar de palavras escolhidas!


Um beijo!

Dália disse...

É tão apaziguador visitar seu blog...
Tem sempre um post que me faz te encontrar realmente no ar.

Quando o papel e a tinta acabarem, me avisa que a gente planta um jardim lindo pra eles voltarem.
Beijos!

LUZIA disse...

'O pensamento faz o escritor, mas sobretudo, o sentimento. Os meus não envelheceram um só dia.'

Não envelheceram mesmo Pipa, o que não lhe falta é SENTIMENTO.

Um beijo!

Ju Fuzetto disse...

Tua escrita pinta o céu. E as estrelas te acompanham.

beijo

z i r i s disse...

Oi Prima, como vai tudo? E a roça tá brotando tudinho?

Você bem levantou o altar, mas a Deusa alí era tu! Fato! A escrita é teu ritual favorito! Papel e tinta são seus fiéis, porque eles jamais a rabiscarão, eles te contarão! A tu e teus milagres!



...mas todos os esforços dedicados a transformação do outro refletirão em nós mesmos.


SIM, eu vejo teu reflexo!


Tô roxa feito batata-doce de tanto orgulho de ti!

Te beijo, te abraço!

Anônimo disse...

nossa quanta beleza nesse texto ... é um Encanto doce e trsite que nos faz voar, é o dom divino que alcansa o coração de qualquer ser! beijos