8.19.2010

Sentimentos trapaceiros






 


Arte: © Agócs Írisz








"Seu padre toque o sino que é pra todo mundo saber,

que a noite é criança, que o samba é menino

que a dor é tão velha

que pode morrer."




ele, o Chico Buarque.







Estou um trapo. Pra que mentir? Acabo de ter uma queda de pressão literária de austeridade iugoslava, cuja causa foi atribuída à diminuição da pressão emocional, denominada hipertensão postural, que acontece quando uma pessoa muda subitamente de opinião. Estou perdida como uma folha amargurada que cai de uma árvore imaginária e desce pelo rio com um gesto cerimonioso, para depois bater em uma pedra em decorrência da visão turva, para não dizer cegueira. Isso é o que ocorre quando temos sentimentos que desaparecem como um espírito desencarnado e de repente, você começa a pensar forte e se sente tonto com a lembrança de seu passe magnético e mal direcionado. A visão fica embaralhada, chegando a oscilar o verbo até que ele se confunda com uma sombra que mora na alma de um papel em branco. Tem terra sobre os meus óculos de leitura, Senhores. Estou tentando limpar as marcas de pisadas entrando no apartamento, mas elas não saem. Grudam feito piche. O silêncio desidrata as pessoas.  Tenho falado com ele outra vez. Provavelmente por inspiração direta dessas ausências que me entopem de vazios. Minha língua está ressecada. Preciso de um diurético verbal para engolir o tempo e os dissabores deste inverno. Deve haver algum que eu possa degustar neste pavilhão auditivo de paladar enciclopédico. Eu vou revirar estas pilhas de palavras até  poder encontrá-lo. Minhas cordas vocais estão fracas. Estou ficando rouca? Ou foi minha voz que se cansou de chamar? Não vou levar essa loucura adiante. Chega de trancar minhas aspirações no calabouço da indiferença até que elas sequem sem solução possível. O que vejo é fumaça que o vento toca de volta. Mas ainda havia fogo, quando pensei em ir em frente.  Quero trocar de cidade, de nome, de rosto, até ser outra, porque já cansei de me incendiar. Preciso alcançar o equilíbrio e perceber além dos olhos o que os sentidos querem me mostrar. Poucas coisas enganam mais que do que a paixão. É preciso que ela venha, mas é preciso antes de tudo, saber que um dia vai passar.







Pipa.

41 comentários:

dear sarah disse...

siga teu coração, mas melhore junto com ele...
não vale a pena sofrer de solidão, tenta encontrar uma paixão !

se quiser pode me gritar, e ainda mais me acompanhar numa dose ..

dear sarah disse...

ah, e adoro Chico B.

ErikaH Azzevedo disse...

Eu só me pergunto uma coisa.
Pq que é que as pessoas voltam se não é pra ficar?
Vc sabe o que eu acho desse monstro de chocolate hidrogenado né... é preciso saber até qdo vale a pena insistir. Desistir as vezes é a melhor forma de prosseguir.Mas a quem eu posso pedir pra te sacudir por mim? Se ao menos tu pudesses voltar o olhar e o coração para o futuro....

Bjo Li, serenidade, sabedoria a ti nas escolhas que a vida nos entrega de bandeja....é o que posso fazer, é o que posso te desejar.

Erikah

Asas que ultrapassam os domínios do Sol disse...

Pipa,
estou passando por isso! Sério, o meu S2 tá quebradinho, antes esteve em prisma, agora cada reflexo é um pedaço solto, sem laço, sem vinculo. Mas como?! Me pergunto... choro... grito calada... calo gritando... estou por um fio. Quase ligando... quase chamando... quase caindo aos pés. Preciso de ajuda. Você disse "Tem um coração batendo no mundo a vinte metros de distância só para manter este amor vivo. Ele é frágil. Se fizer um único movimento brusco, ele pode parar"... Sei lá, acho que estou perdendo essa guerra. Pense no dia em que o Sol pediu pra Lua não nasce para que eu não te faça brilhar? É assim.
Preciso saber de onde são suas imagens, são lindas
Um abraço,
Hilda Freitas

Winny Trindade disse...

Doce Pipa,
Pareceu-me que estavas falando de mim.
Está um frio tão gelado que mal posso respirar, e a unica pessoa que pode segurar a minha mão e fazer com que o calor venha decidiu partir e aquecer outro coração. Talvez um dia esse frio passe!

Abraço meu.

Márcio Vandré disse...

A gente se incendeia para sentir o calor da vida. Mas o calor também fere. Também mata.
Beijo, Pipa!

Juliana. disse...

As vezes dizer o que sente é o melhor a se fazer, não esconda sentimentos!
Um beijo Pipa, lindo sempre o texto!
Ju

ErikaH Azzevedo disse...

Pipa , pipa....a menina de céu as vezes precisa sim colocar os pés no chão, e que bom poder ver finalmente isso aqui.

Te abraço forte menina.

Erikah

Be Lins disse...

Pipa, Pipa, Pipa,
O que eu posso falar quanto a sua pergunta, das asas de gaivotas, e da vocação para voar?
Não sei, little darling, não sei de nada, exceto que o tempo passa, e com ele, tudo fica ainda mais pesado.

Alguma compensação?
_ alguns diriam que antes alguma emoção, ainda que doída, do que a comodidade de nunca sentir algo intenso assim.

Vá saber, né?

[ eu queria ter a placidez das costureiras, das cozinheiras, das arrumadeiras, que cumprem seus ofícios ouvindo canções e dando graças pela luz de cada dia.]


*

Sil.. disse...

Pipa querida (Assim me és)!

A gente nunca sabe na verdade o que diz numa situação dessas.
Eu, como to pra lá de escaldada nesse sentimento de amor, que o diga.
Eu nunca entendi, e vou morrer não entendendo o porque das pessoas entrarem na vida da gente, tocar, pisar no nosso solo sagrado, se não era pra ficar.
Será que tem que por uma placa no coração: Olha, tá lendo aqui? Antes de entrar tira o sapato, limpe os pés, limpe a sua sujeira, porque você esta entrando no MEU solo sagrado.
A gente pode pedir garantia?
Não, não pode.
Então, o que a gente tem que fazer quando alguem entra, bagunça tudo, suja tudo, deixa tudo escuro, é realmente chacoalhar a alma, e tocar pra frente.
Porque a gente tem que decidir se fica ali, no escuro.
Ou se quer voltar a ver a luz.
O caminho vezenquando é árduo.
Tem que trilhar esses caminhos com as unhas mesmo. Eu as tenho no toco, de tanto que as usei na vida.
Mas ainda as tenho.
E hoje, ou uma hora que vc encontra a luz, mesmo chegando cansada, com sede, se sentindo morta, e depois se renova, a gente pensa se arrisca de novo a passar por isso.
Ando é com medo. Amor pra mim, passou a ser meio que escuridão.
Não que seja, jamais (Acho que é porque ainda tem um cadim de escuro no meu coração), mas como acho que cansei de ficar nessa coisa de idas e voltas (luz e escuridão), eu ando quietinha.
Como dizia Caio, dias bonitos, mesmo quietinhos.
Se chacoalha Pipa.E saiba que ela vai passar SIM.
Olha eu aqui, a prova viva disso.
Tudo o que fere, mata se a gente deixar.
Você é de uma luminosidade impar.
Eu vejo essa luz.

Um abraço grande, grande.
Te admiro!
Muito!

Karolne disse...

Parabéns pelo blog e por todo conteúdo e sentimento que existe aqui!
Estou lhe seguindo.
Um doce abraço.

H. Machado disse...

Mas eis que chega a roda viva e carrega a saudade, pra lá.

renata carneiro disse...

parar, minha amiga querida, as vezes é o jeito mais bonito de continuar.

força!
um beijo.

so sad disse...

trocar de pele, dormir e só acordar quando for feliz de novo...
seria tão bom que fosse assim...
beijo!

Ju Fuzetto disse...

O melhor caminho seria deixar o peito parar de gritar. Depois talvez ficar imóvel. E deixar que a brisa da primavera toque teu rosto e te leve ao caminho das flores novamente...

"Quem tem que ficar, fica"

Um beijo do tamanho do Mundo doce Pipa.

Nathália Thomaz disse...

Texto poético, mesmo que triste...
Tem doído aqui também Pipa... se der certo as mudanças ai, me conta como fez pra conseguir?

te abraço bem forte e solidária na dor...

Denise disse...

Chorando................pelo sincronismo de sentir
LOGICO que vc sabe falar dele dessa forma assim LINDA e poetica


te querer bem ajuda um pouquinho,porque te quero MUITO BEM

afagos

Sabiana disse...

Ai, menina voadora, quanta desesperança!
Não precisa ser outra não, todo o incômodo que você sente vai passar e por fim, você vai ficar mais bonita - tanto de se ver, quanto de se amar.
Amor não é pra doer, não!
Se dói por muito tempo, deixa de ser amor e por isso, não deve ser alimentado.
Falta dói, mas a recuperação - por mais lenta e dolorida que seja - resulta em cura.


Carinhos ensolarados pra abafar essa desesperança!


Bjus

Janete Andrade disse...

Equilíbrio. Há tempos que tento me equilibrar na corda-bamba de ser. Há tempos que dialogo com o silêncio buscando respostas para o meu mistério...

beijO ;*

Leo disse...

Ah minha Pipa, eu ainda não entendo o por que as pessoas voltam se não é pra ficar, só sei que a paixão como tu disse, é a mais enganadora das febres do coração.

Pinte uma estrela no céu, de várias cores, as cores vão trazer equilibrio e as estrelas indicação o caminho, o poço escondido.

Te beijo, te saro, te protejo.

Crônicas do Cotidiano disse...

É da natureza da Paixão - o estardalhaço! Comumente quebra pratos, copos, vasos e consequentemente corações. São como plantas carnívoras - difícies de aceitar e até entender. Paixão é assim amiga Pipa - Queima por queimar, sem a necessidade de acender! Fogo Estéril que impede que o amor brote.

Amiga Pipa... É melhor ficar um pouco no ar! Pois as fuligens da desilução podem deixar encardido teu coração de papel colorido

Te sigo e abraço tua alma!

Carmen, disse...

não queria copiar a Ju Fuzzeto, mas ela usou bem uma frase de Tati Bernardi, e te mando com absuluta crença: 'quem tem que ficar, fica.'

abraços!

vpaulics disse...

lidia, agradeço a visita e o abraço literário. tudo é transitório tudo é quase definitivo. bj. v.

Vozes de Minha Alma disse...

MINHA AMIGA PIPA, TUDO É NECESSÁRIO, ATÉ MESMO UMA PAIXÃO NÃO ESPERADA. QUANDO ELA VEM, VEM ENTRA, NÃO QUER NEM SABER...
MAS COMO TUDO NA VIDA PASSA, ELA PÁSSA TAMBÉM... É BOM NÃO SOFRER, MAS SOFREMOS...
BJS, E UM ABRAÇO

Pérola Anjos disse...

"Já estou cheio de me sentir vazio, meu corpo é quente e estou sentindo frio..."
Esta música da Legião Urbana te reflete agora.

O amor chegou e trouxe as suas malas. O amor desfez as suas malas.
Pronto, o amor ficou!
Como expulsar um amor que partiu, mas ficou?
Toma o tempo como resposta, doce Pipa, às vezes não há resposta melhor.

E toma um abraço bem apertado, sempre ajuda em dias de frio!

Que você consiga voar por ares cada vez mais bonitos!

P.S.: E pode pegar a quantidade de sonho que desejar!

Beijo doce!

Déborah Simões disse...

amei esse texto...
maravilhoso, fantástico...
bjok, Flor.

Franck disse...

Que sua pressão alta, seus incêndios nos tragam sempre textos lindos como esse! Bj*

Annanda Galvão disse...

Sabe, Pipa, tudo passa.
Assustadoramente, passa!
Você cantou pra mim que o samba havia de chegar... e acredito muito nisso!
Talvez essa seja o "problema". Por saber que é passageiro nos agarramos a esses invernos.
Eu, por puro apego vou pra outra cidade, mudar de nome e ter outro outono.
Só pra não deixar trancadsa as aspirações... Tentemos o impossível!
Que suas cordas vocais voltem com força total, pra dessa vez cantar uma canção, nem que seja baixinho.

Lindo, doce, perfeito!=)
Muitos beijos!

Rafaelle Melo. disse...

"Apenas parou e nada encontrou além disso. Eu não digo que eu tenha muito, mas tenho ainda a procura intensa e uma esperança violenta." (C.Lispector)
- da minha cabeceira pra te afagar um pouco -


Dê linha, Pipa. Apensas dê linha pra você mesma agora. Se permita ir mais alto do que tem ido.

Te abraço, com aquele mesmo cuidado que tu me abraçaste.

Priscila Rôde disse...

É pipa, ela vem com tudo e quando vai, leva tudo, tudo.. tudinho!
Suas palavras escolhidas.. são lindas!

Um beijo.

LUZIA disse...

Tem selinho pra ti em meu blog.
Bom FDS ;)

Luís disse...

Eu acho que nem tudo é transitório. A essência de um amor, mesmo que às vezes ofuscada, continua lá. E tudo nos deixa marcas, passamos a ver o mundo de uma outra maneira depois de um acontecimento. Tudo nos completa, nos faz, nos compõe.

O que de ruim você sente, há de se ofuscar.

Beijo!

Cacheada disse...

dor velha n vale de nd ein!?
=/
merece morrer mesmo, com todo crédito...
e no fim tudo dá certo rpz..
não adiantaaa nããoo!!msm que tentem...fazer o contrário tem certos ditados que parecem carregar certezas!
=D

Thaís Duarte disse...

e o que não passa nessa vida? temos que ir "sobretudo em frente". não é bom viver só de ilusões, às vezes é melhor abandonarmos certas coisas e recomeçar do zero.
ah, AMO esse Chico Buarque!

beijo iluminado de recomeços.

Patty Vicensotti disse...

Encantador é teu blog,e tão tocante tua escrita...Lindoo aqui!

Forte abraço....com carinho :)

Dan disse...

uau...
agoniante... deu pra sentir...

voce escreve bem demaaaaais... serio...
parabéns =)

sigo-te
http://inskyscraper.blogspot.com/

Maryama* disse...

Querida Pipa,
Com certeza vai passar! Acreditamos nisso :)

Um grande beijo recheado de carinho e afago ♥

Taiinã disse...

Oi seu blog é bem legal, passa no meu?

http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

Beijos.

z i r i s disse...

Penúltimo discurso indireto...


Eis que dentro daquela cabeçinha mora um homem perdido, perdido... Surdo, surdo. Mudo, mudo... Eis que a cada meia volta, fica o Moço olhando o homem partindo, triste, triste... E ele sempre que parte vai ver a vida às margens de tão e tanto que poderia ter vivido...

Seria uma história bonita dele, se não fosse tão verdade...

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Outra pausa - agora para uma intervenção mediúnica:




É MINHA GUIA ESPIRITUAL A DISTÂNCIA.




rs.



Um abraço de almas.

Anônimo disse...

Thanks :)
--
http://www.miriadafilms.ru/ приобрести кино
для сайта agentepodiasevernoar.blogspot.com