Header

Header

8.23.2010

Viver é um susto







Arte: © Agócs Írisz








"Quis morrer denovo, engoli outra rejeição - 

mas estou vivo e, sinto muito,

vou continuar."





aquele, o Caio F.





Esta janela dá para a alma? - perguntei. Quando ela se viu novamente nas estradas, sentiu-se mais só que jamais havia estado. Ruas e mais ruas desmaiavam sobre as calçadas, adoecendo a cidade inteira. Tudo parecia triste, desde os grandes esforços para aquerenciar os passos  até o pescoço quebrado de tanto voltar a cabeça para o passado. Era preciso ir em frente. Embora o corpo estivesse apagado, a alma estava muito mais acesa do que o seu aspecto poderia sugerir. Caminhava devagar, despedindo-se de cada tristeza, cada solidão, perguntando se seria capaz de dar adeus às dores que havia carregado até ali. Dali pra frente, ela cresceria como um broto protegido do inverno, que esperava secretamente  a chegada da primavera para florir. Não precisava mais viver como um leão enjaulado, caminhando sobre as duas patas traseiras e sufocando gemidos debaixo  da pele acolchoada, como se temesse rugir e algum domador escutasse. E nem viver do som hipnótico que tinha a flauta mágica do encantador de serpentes, que a fazia se rastejar como cobra indiana domesticada num cesto de um pátio ashram. Ela não soube dizer se a aparição do que tem fome de olhar esclareceu ou confundiu ainda mais as coisas. Mas, duvidei por um instante que a presença dele em sua vida fosse obra do acaso.  Viver é um susto. Mas você pode fazer dele um suspiro, quando encontra a direção. Pensava naquele homem como feitiço. Mas foi só até descobrir que ele era uma maldição.







Pipa.

40 comentários:

H. Machado disse...

Boo.

LUZIA disse...

''Pensava naquele homem como feitiço. Mas foi só até descobrir que ele era uma maldição.''

Um dia tudo passa e a vida continua, tem que continuar.

Bjos Pipa!

Winny Trindade disse...

Doce Pipa, fico extremamente espantada como esse seu texto parece tanto comigo.
Vamos seguir em frente agora, querida Pipa.


Abraço-te fortemente.

Sil.. disse...

A maldição acaba, Pipa.

A gente queima, joga no mar.
A onda leva, a vida leva!

Um abraço forte.
E muita ternura!!!

::::FER:::: disse...

acho que ela ganhou os ares e sentiu-se livre....



:::FER:::

Isadora disse...

Pipa, sempre que passo por aqui fico encantada com a forma como você junta as palavras. A forma que você escreve é linda, leve e suave, ainda que, o tema seja um caminho incerto.
Deixo aqui o meu carinho.
Um beijo

Wilson disse...

E tenho dito:

Que texto mais alquímico. É só fazer jogo duro que o bang-bang literário se consuma.

O que prova por A + B que o amor está escandalosamente nos ares.


Por favor, não hasteiem bandeiras nesta guerra. Quero ver o inferno pegar fogo!


Vocês não vão escapulir tão cedo das páginas deste livro, querida. Ao contrário, vão se incendiar juntos. Juntinhos...

Deixa a opinião pública ser torquemada do recital amoroso.

Espero o convite para tomar chá com bolinhos, senhorita da reputação verbal irrefutável!





Wilson, seu amigo, o terceiro homem.

Alvaro Vianna disse...

Não sei se são os passos que produzem barulho indiscreto ou é aquela rua que nunca fora tão silenciosa. Passos de retirante. A Pipa pode até ter cansado de voar. Mas anda resoluta a danada!

Srtª Elis° disse...

lindoooo

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Wilson, querido...




Não com os demais, mas com você tenho liberdade de tratar assim.



Por amor ao debate, dá pra por uma pedra em cima da questão?


Vou lhe presentear com uma escova de línguas. É quase nova. Ela está em algum lugar por aqui. Espero que dê a ela alguma serventia. Porque que eu cá, nunca consegui.




Um abraço escovado.

Pérola Anjos disse...

Se for feitiço, que ele seja enfeitiçado igualmente e o efeito não passe nunca.

Se for maldição, que ele seja quebrada e que você consiga sentir a leveza insustentável da vida e encontre o verdadeiro amor por outros ares!

Beijo doce!

Dijah disse...

Vejo que a pipa anda planando muito não é mesmo ? a inspiração esta la no alto *--* fico deliciada com seus textos Pipa , cada um mais delicado que o outro , fico até boba.

Obrigada pelas palavras , não disse muita coisa ,mas na verdade dissu tudo , fico feliz que meus Textos calsem uma impressão tão forte, só espero que um dia eu poça escrever coisas leves que tragam paz a quem lê

Um abraço apertado

Sara disse...

Viver é um susto Pipa, neste susto só suspiro no amor....Pipa colorida que palavras mais lindas as suas, também aqui pode se suspirar, e Pipa deve ser fácil da gente amar...beijinhos!!!

Ju Fuzetto disse...

E cada pedaço de tristeza, se afastava lentamente... e cada suspiro era uma nova primavera a brilhar em teus olhos linda Pipa.

Porque Logo estaremos diante de lindas flores no meio desta maldição traiçoeira...

Um beijo do tamanho do mundo!!!

Fernanda Hauptmann disse...

É, nem tudo é o que pensamos que é.

Denise disse...

e como diria o Roberto.........sim ele mesmo o Rei (rs)

O importante é q emoções eu vivi!


afagos ecléticos

Sabiana M. disse...

E que você se abra pros novos sustos...
Aqueles... deliciosos e docinhos!

Patty Vicensotti disse...

Melll delzzz,Pipa!
Me li:

"(...)Tudo parecia triste, desde os grandes esforços para aquereciar os passos até o pescoço quebrado de tanto voltar a cabeça para o passado. Era preciso ir em frente."

Literalmente,fiquei neste texto,e emocionada!Tu é sensível demais...

Obrigada pela visita no meu cantinho e por teu carinho no comente.

Voarei sempre por aqui...assim como vc me levou por alguns instantes...

Um beijo grande,no core!
:)

Mulher Vã disse...

--
Ahn sim, agora eu estou plenamente de acordo com o Caio! Mas cá pra nós, ô bicha que chorava eim!! =D

Mas neste trecho, ele demonstra uma força impressionante, a garra que o ser humano tem em se rebelar!!
Se for rebeldia para ficar bem e esfregar na cara de quem queira que estamos vivos e muito bem vivos, faço apologia!

Descance em paz, Caiô! =)

-
Foi angustiante tentar imaginar "ruas desmaiando sobre a calçada e adoecendo a cidade".

Posso dar um pitaco?! Bom, não vou te esperar deixar e vou dizer logo! =D
Tinha o pescoço quebrado de tanto voltar a cabeça para o PASSADO. Notei que isso é um constante na maioria dos seus textos!!
E em seguida, voce usa o verbo no preterito [confirmando o que eu disse acima!] Era preciso ir em frente.. Mané era. É preciso ir em frente, sacou? Sempre. Só quem não precisa fazer isso é quem já morreu né??!!

Agora é a hora do leão se rebelar, rugir feito doido e arrebentar a jaula só com umas patadinhas de nada. É agora que a cobra vai fumar! [mesmo se for indiana domesticada num cesto de um pátio ashram]

Deixa o leão enlouquecer, deixa a cobra fumar seus beck, a jiripoca piar, solta os bichos, mulher!!

O que vier daí, é lucro. =D

Viver é um susto, ai de nós se não fosse!

Excelente texto!!

Beijo

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Eu ia dizer alguma coisa, mas...





kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk




Caí da cadeira de tanto rir!




Um abraço descadeirado! rs

Sil.. disse...

Ela me deu a mão.
E o pó de pirlimpimpim.

Pipa, recebeu???

Eu te mandei no ar, igual aos retalhos de amor do Caio!!

Esse mesmo pó mágico, que você tão lindamente escreveu um dia.
Eu li.
Eu peguei um cadim desse pó.
E eu me curei!!!



Te abraço
Te entendo
Te reconstruo.

Beijoooooooo meu!

Mulher Vã disse...

Rá!

E eu tambem esrevi rindo!

=P

Beijoun!

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Recebi Sil...

O tempo aqui agora deu uma estiada doida, daquela de mostrar um céu todo azulão!


Já ajetei meus apreparo na capanga fluor aqui, bora pescar emoção? Como diria meu Rei Guimarães Rosa:


"O caminho é feio! Mas é firme!"

Ladeiraaaaaaaaa!!! rs


Um abraço quente em todos vocês.

Anônimo disse...

Agradeço a visita ! :)

Imensamente.

:)

Lianto disse...

Esse anônimo é o Lianto.

Rafaelle Melo. disse...

Pipa,

Repito: dê linha pra você.
Respondo: você consegue sim.

Sinta um pouco a brisa. Deixe o musgo dar lugar a um verde mais vivo. Viva!

Lembre-se das nuvens que passaram, as de algodão e as cinzas. E veja! Você continua a voar...

Vc sabe como ninguém, voar nos reconstrói.

Voe, Pipa. Voe!

Te abraço forte para encorajar,
te abraço cuidadosamente pra te acolher.

Márcio Vandré disse...

Às vezes existem dias mesmo em que a alma brilha mais que o cenho.
Tua escrita, por outro lado, brilha sempre.
Parabéns, Pipa!
Um beijo!

so sad disse...

um pedaço de cada uma de nós nesse texto!
beijo!

Nathália Thomaz disse...

É linda Pipa, é hora de sossegar !
Deixar os bons pensamentos invadirem o peito e fechar os olhos pro tormento que vem de fora...
Te desejo luz!!

beijos e abraços acolhedores!

Nati disse...

A verdade nos libertaaaa. Agora que a Dona Pipa tá leve,livre e solta que venha TUDO e com muito, mas muito AMOR!!!
Eii a primavera tá aí


Tu me Aquece
eu te Aqueço

Beijooo ensolaradoooo

Crônicas do Cotidiano disse...

Oi Amiga Pipa

De certo viver é um susto, mas não podemos esquecer que o tal susto é um instinto de sobrevivência, afinal nos assustamos afim de preservarmos nós mesmos.

E no amor não pode ser assim também?!

Penso que sim... Corações sobressaltados é a prova real de que viver sem amor não é divertido... De que adianta corações sem susto! Apáticos, sem cor. Amor é coisa que a gente tem que por no coração amiga... Que nem areia em baldes de praia! Coração sem amor é tipo voar por voar menina Pipa.

Os sentimentos são complicados e nos assustam né?! Mas você é a amiga Pipa... Sempre olhando por cima! Sei que encontrarás o desfecho mais lindo, romântico e real..
Beijoo na tua alma amiga... E te sigo de perto. Qualquer coisa assobia que nem prenúncio de chuva leve!

= )

Liis Sixx disse...

E que susto!
Amei seu texto, e me identifiquei um pouco com a garota do pescoço quebrado que vive como leão na jaula :D
Tô te seguindo
#blog nota 100
bjok

Jaya Magalhães disse...

De todos os blogs por onde passeio, nenhum sabe brincar com as letras desse modo teu. É um modo único, sabe? É bater o olho e saber: foi ela quem escreveu. Porque tua poesia, triste ou alegre, é sempre feita com ternurinhas. Você modela as frases como se antes as observasse nascer, numa forminha.

Eu me pego pensando, agora: ela tem que escrever um livro. Porque eu preciso de você em letras, na minha estante, caminhando comigo para onde eu for.

Viver é um susto. Ruim é quando quase nada parece me espantar, mais.

Um beijo estalado.

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ NARA CABRAL Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

ola pipa!
verdade nos dias de hoje realmente
Viver é um susto. Ruim é quando quase nada parece me espantar, mais
concordo com jaya magalhaes

Nane Martins disse...

Mensagenzinha no meu twitter sobre seu blog. Nanempaiva

http://agentepodiasevernoar.blogspot.com/ blog que adoro! Pipa arrasa less than 5 seconds ago via web

z i r i s disse...

Minha pequena grande,

Pensei, pensei e confesso, tá ficando difícil comentar aqui. Tão difícil quanto manter a postura sã nessa minha escrivaninha envernizada destes sustos de viver...

Não vou contra mim, não mato nada que é de dentro e sim, me contradigo, uso roupas no avesso e me despenteio toda, pra que você Seu Moço... Ei psiu, você mesmo, adormecido na poltrona preferida da Pipa... Eu lhe pergunto, vai me deixar assim despenteada? Vai mesmo me arrancar essa presilha de fé que prende minhas esperanças?

Olhe, um dia Exupéry me disse:

"Ninguém te sacudiu pelos ombros quando ainda era tempo. Agora a argila de que és feito já secou, e endureceu, e nada mais poderá despertar em ti o músico adormecido, ou o poeta, ou o astrônomo que talvez te habitassem."

Vais deixar isso barato? Enfrente meu melhor amigo, surpreenda-o, e eu lhe perdoô feliz.

Eu ainda beijo e abraço os dois...
Porque? Minha argila ainda não secou...

Coragem, o que a vida quer da gente é coragem...

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Uma pausa dramática para uma respiração...



Decidi intervir antes que soltasse outra barbaridade para o padre e tivéssemos de sair correndo do confessionário.



Ou passaríamos o resto da vida ouvindo sermões de discrição eclesiástica.


Belo discurso de catequese. É a aluna mais extravagante que esta escola já viu.



Do ponto de vista prático, todos a conhecem por menina-da-saia-chita. Mas no mundo ideal, é uma camélia devassa que vive em um mundo de luxúria e pecados sem perdão.




Um abraço bíblico.

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

A propósito, qual a sensação de recitar Saint Exupéry em alemão?






Isto é um sinal inequívoco de possessão.



rs.

Gabriela Furtado disse...

Eu, perticulamente, acho suuper difícil me despreender do passado; acho o futuro meio inseguro...
adorei o blog, adoooooorei o texto!!
beijos:**

Cáh disse...

Meu Deus, que coisa linda!!! Tive que mandar este texto para uma amiga...

tudo aqui inspira e tem cheiro de flores.



Um doce beijo, para uma pessoa tão intensa!