Header

Header

6.07.2010

A Refazenda








"Cada palavra que se completa no papel,

uma peça que faltava

cola novamente

ao coração."




ela, a Ziris.






Estou aprendendo com a noite. Dá sempre para encontrar a luz de dentro, quando a luz de fora se apaga. Estou aprendendo com as manhãs. Que esperam pacientemente, para que eu aconteça. Estou aprendendo com os rios. A me deixar levar pela correnteza das águas, sem temer a queda livre das cascatas. Estou aprendendo com as chuvas. Que sem aviso, despencam dos céus e lavam minha alma, revigorando-me as forças. Estou aprendendo com os raios. Que riscam a Via-Lactéa, para que ela não perca a magia. Estou aprendendo com os trovões. Que ribombam nos céus, para provar que algumas coisas ainda me assustam. Estou aprendendo com o silêncio. A descartar as coisas ruins, para que elas não voltem a me machucar como antes. Estou aprendendo com as crianças. A correr de um lado para o outro uma porção de vezes, com um sorriso incansável no rosto. Estou aprendendo com os idosos. A não ter a cabeça baixa, porque meus ossos não estão presos num corpo velho, e sim na elástica infantilidade da alma. Estou aprendendo com os meus pais. Que às vezes se afastam para que me possam ver chegar ao alto. Estou aprendendo com as rosas. Que não preciso destruir o jardim de dentro de mim, se eu aguardar o tempo certo para florescer. Estou aprendendo com as pedras. Que se fazem de chão para que eu possa andar em cima. Estou aprendendo com as quedas. Que é possível levantar sozinho, com a intensidade de quem se pertence. Estou aprendendo com a tristeza. A reconhecer o sorriso que se arrasta pelos cantos da boca. Estou aprendendo com as navalhas. A iluminar seus fios e afastá-los da minha garganta. Estou aprendendo com o tempo. A esquecer o cheiro que tinha o perfume do ressentimento, quando vendi minha alma a prestações que o outro não podia pagar. Estou aprendendo com a solidão. A não me trancafiar no calabouço da indiferença, só porque as coisas não saíram como eu esperava. Estou aprendendo com as guerras. A estender a mão completamente coberta de sangue, para pedir de joelhos que larguem as armas. Estou aprendendo com os erros. Que ao me ver, balançam a cabeça e pedem em silêncio para que eu me recomponha. Estou aprendendo a ter coragem. Me livrando de tudo o que me faz mal, e levando na algibeira da alma, só o que eu possa carregar. Estou aprendendo a aceitar. Que o destino sabe alguma coisa de nós dois, que nem nós mesmos descobriremos. Estou aprendendo  com os pássaros. A arriscar um vôo, sem pedir licença, mesmo com as asas estraçalhadas. Estou aprendendo com os ventos. A mudar o rumo, sem qualquer explicação. Estou aprendendo com as estradas. A seguir em frente, e deixar que os caminhos me encontrem.




Pipa. Agora eu era eu.

21 comentários:

Noe* disse...

Vc tá aprendendo tanta coisa!
E sua alma é tão bonita que vc repassa! Amei o texto =)
Beijocas, menina luz =*

Alvaro Vianna disse...

Estou aprendendo com uma Pipa que a arte pode estar mais perto dos mortais do que normalmente se pensa.

Sara disse...

Que os melhores caminhos te escolham, com tanta leveza vais aprender grandes coisas...beijinhos

dansesurlamerde disse...

eu ando tão medrosa para os aprendizados...

beijo.

Winny Trindade disse...

Aprender sempre, e que seja sempre coisas boas!

Pipa, querida, é tão lindo poder estar aqui e te ver aprendendo com o mundo e suas coisas.

Abraço meu.

Ellen Azevedo disse...

Ter a capacidade de aprender é um dom. E além disso você também tem o dom de escrever. O que pode querer mais?

Beijos coloridos.

Pollycléssio Mota Sá disse...

Ser um eterno aprendiz, acredito que essa é a essência da vida. Se nos considerarmos completos, não haverá mais sentido de viver. A vida é uma eterna busca, um eterno estar por vir, e isso é que nos dá esperança, de dias melhores, de um mundo melhor, de viver... Carpe Diem!!!
Bj Filopatia

LUZIA disse...

Na vida tudo é aprendizado, desde as coisas boas quanto as negativas, de tudo podemos tirar alguma lição.

Lindo texto!!

Beijos, boa semana :)

Priscila Rôde disse...

E eu ando aprendendo bem muito com você, Pipa. Sem palavras, lindo e sábio texto!

Serena-Cris disse...

.

E eu estou aprendendo contigo que a vida, apesar de bruta, também é maágica ... dá sempre pra tirar um arco-íris da cartola!

E gosto de te ver assim: viva, forte, rainha!

te tasco um beijo*

*

Raiana Reis disse...

E de repente vamos aprendendo uns com os outros as nuances por vezes esquecida, o movimento cíclico da bícicleta, que ainda voltando ao eixo segue sempre em frente. Lindo texto, me identifiquei por muitas vezes.

ErikaH Azzevedo disse...

Estás aprendendo o qto é preciso ter um olhar de beleza e abrir o coração pra aprender essas coisas da vida,coisas pequeninas que nos passam desapercebidas,e tu né menina, que tens esse coração aberto, escancarado e espalmado pra tudo e pra todos consegues como poucos captar o ao redor... Qtas lições aprendemos silenciosamente qdo abrimos o coração pra receber esses ensinamentos, lições que nem se quer percebiamos existir. Há um tanto de maturidade e de força nas coisas que nos rodeiam, elas nos mostram a todo o tempo como é que devemos seguir....tu já aprendeste isso, e aprendeste duas vezes qdo quiseste agora tb nos ensinar.

Mais um dos seus textos que quero levar no bolso esquerdo da camisa dos dias, que é pra ficar ainda mais perto daonde ele tem que ficar.

Bjos Li,

Erikah

Thαlitα :) disse...

Meu Deus,que texto mais lindo!
Pode ter certeza que além de estar aprendendo você está passando a sua aprendizagem para todos nós também e nos ensinando a sermos mais fortes,mais felizes,mais gente.Gente de sentimentos nobres.

bj!

ErikaH Azzevedo disse...

Olha só Pipa o que acabei de ler:

Que este tempo de esperas não me tenha secado por dentro. Que as lágrimas não me tenham drenado a doçura. E que haja tolerância pra aguardar que o céu clareie. Que a tempestade finda tenha oxigenado suficientemente o solo para que surjam em mim novas flores. Que seja possível sentir - enquanto escoam as águas e arrefecem essas nuvens pesadas - que nada foi por acaso afinal: que tantas lágrimas e ranger de dentes eram mesmo necessários; que tantos e tamanhos questionamentos não se esvaziaram em si mesmos, antes produziram fortes raízes -perguntas que não mais farei a mim mesma; respostas que reinauguram a paz. Que ainda haja sorrisos pros passantes, doses homéricas de senso de humor, alegria de coisas simples, flores na janela. Que eu ainda esteja em mim. Uma nova chance é tudo que espero... uma nova chance de ser e querer viver sem medo. Sono sem tarja preta, passos desvigiados, sorvete de limão no frio, chocolates quentes nas noites de verão. Lágrimas? Tem mas acabou. Que invertendo a ordem natural das coisas, se reinaugure a era das orquídeas não roubadas, gargalhadas fáceis, papos descompromissados, intensidades, gozo, lilases e carmins

Belle, in http://belledefinitividades.blogspot.com/

Tinha que te trazer.

Agora lá vou eu mostrar pra Cris!

Bjoooooo

Erikah

Leo disse...

Pipa, que alma linda que tu tens,
que poder, que luz! a gente aprende tanto com tudo, não é?

Sabe, o finalzinho que vc diz que é as estradas que nos escolhe. ontem mesmo eu estava muito triste e cheguei a essa conclusão e venho aqui e vejo que não estou só nessa caminhada. te encontrei na refazenda!

Te deixo um beijo estalado

e digo que já ganhasse um belo lugar aqui no coraçãozinho do léo.

Parte de mim disse...

oi tudo legal? estou passando pra deixar um recado interessante quer participar da enquete para poder divulgar seu blog? entre no blog www.desencantosdesatentos.blogspot.com e deixe um recado com o link do seu blog dizendo que voce quer participar, você pode deixar no mural de recados ou deixe um comentário. Obrigada pela atenção :

Celso Andrade disse...

Belíssimas tus palavras, vou seguindo, me encntrei por aqui.

Abraço,

Celso

Letícia Akemi disse...

gostei muito, principalmente o fato de aprender até com as coisas ruins. bjs.

"Miмα disse...

Estou aprendendo com você.
E uma dia vou voar bonito assim!
Uma Pipa colorida!!

Que aprende com tanta coisa bunita!
E que ensina tanta coisa mais bunita ainda!

Beeeiijos.

Ziris disse...

Uai, é que a Pipa tem mesmo tinta na caneta e amor no coração. O que mais haveria de ser?!

Então vai escrivinhando Pipa, palavras assim, dessas bonitas, céu, flor, caminho, estrela, lilás, rios, Via-Láctea, criança, sonho, magia, ares, coragem. E vê se elas num se amontoam todas na porta do seu coração pra se encaixar?! Aproveita e desenha nas bordas aidna em branco, umas girafas, um garotinho, uma casa... Cê vai ver... Já tá vendo né?

Te jogo pro alto! Um beijo e um abraço!

Endim Mawess disse...

SE ESSA ALGIBEIRA TE PESAR MUITO ESTAMOS AQUI PRA ISSO.