4.30.2010

As meninas querem sonhos







"Não fazia nenhum caso das minhas ternurinhas"



Aquele, o Manuel Bandeira.





Vontade de passar o tempo jogando sal neste sapo que vive entrando no meu quintal. Mas não consigo. Queria transformar ele em príncipe. Vai ver o amor é isso mesmo. Um sapo verde, enrugado, cheio de sarda e que talvez nem exista. Acho que meu coração está ficando inquieto, mudando de jeito, aprendendo a amar. Que burreza essa coisa de esperar. A Pipa ta aqui, sobrando no céu. Nessa tapera de estrelas. Não sei onde arranjo tanta esperança. Deve de ser pra repartir com vocês.



E amanhã tem sonho.

Um beijo.

Pipa



Lídia Martins

15 comentários:

Ziris disse...

Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?

Fernando Pessoa

A Ziris anda sem inspiração, mas sua estante de livros não pegou fogo. O coração é que arde. Ai que fome essa que avoa trombando nas paredes do me coração... É fome de sonhos, de sonhos...

Servi-me dessa sua travessa de esperanças, enquanto me deixo exaurir na fila da burreza. A burreza da espera!

P.S. aos sapinhos: A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande. Roger Bussy-Rabutin

Serena-Cris disse...

Ô meu Deus! Só vc pra me devolver a esperança ... só vc pra me fazer enxergar luz onde reina a escuridão ... só vc que me bota sorriso no rosto, quando a tristeza toma conta...

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

ha sapos qeu nem com mim beijos um dai se transforma em principe, então sal neles

Leo disse...

vamos dar um vôo razante
e sequestrar um coração
só pra nós, leva-lo às alturas.
a esperança que repartes
eu sinto e faz sonhar mais,
ver tanta beleza voando
pelos céus, faz-me querer
asas pra voar.

Guarda um sonho pra mim?
que eu te guardo um suspiro.

Beijos!

Karla Thayse disse...

E que bom que reparte conosco, venho sempre aqui buscar um pouquinho dela.

Tenha um lindo final de semana!

Beeijo

Bels disse...

O amor, talvez, o mais inesperado e inspirador sentimento.
Gostei, seguindo.

Maria Fernanda Probst disse...

Se não existisse a esperança de um amanhã com brisa, os meninos não se encantariam e esperariam para por a pipa no ar.

Talvez os humanos precisem só disso, dessa espera cheia de esperança que nos diz que o amanhã será sempre um dia melhor — mesmo não sendo.

Mlle. Cris disse...

Medo, muito medo de entregar meu coração a um sapo. Oh meu deus não permita. Apesar que eu sei que não existe homem perfeito.

Winny Trindade disse...

Ah, o sapo!! É mesmo querendo o matar não se consegue efetuar o ato, deve mesmo ser amor!

Abraço

Márcio Vandré disse...

Eu também paíro no céu feito um planeta.
Quiçá na mesma distância que Jupiter tem da Terra.
Que as esperanças se mantenham para as colunas continuarem firmes.
Um beijo, Pipa!

Priscila Rôde disse...

Eu aceito.rs
Bem que me disseram um dia que ela não morre, nós que morremos primeiro.

Um beijo.

Agnaldo disse...

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita,aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.
"Só há um tipo de amor que dura, o não correspondido".
Beijos Linda, muito realista.

ErikaH Azzevedo disse...

E esperança é coisa que ao se repatir se multiplica, né! Levo o meu quinhão comigo tá! É que fé e esperança nunca é demais.

No fundo , no fundo por mais que o sapos queiram jamais virarão principes. Nós é que erradamente insistimos em procurar principes que não existem....eu prefiro os pebleus que nos trata como princesas.

bjo

Erikah

MARIANA disse...

Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.Que venham sapos.....

Anônimo disse...

bom comeco