11.05.2009

O bilhete

Assim que o estranho partiu. Ela anoiteceu de vez o verso. Mascarou-se e permaneceu calada. Mastigou as idéias e tentou digerir as angústias. Mas elas não desciam. Por mais que se esforçasse. Poderia ela hoje se passar por uma bela mulher, não fosse a espantosa mancha que lhe fincaram no peito. Mas uma fada madrinha remava atrás dela com uma gôndola mágica. Balanceando sobre ondas de temporais, para tirá-la da escuridão. Suba! Disse a fada madrinha. Ela subiu ao alto da gôndola. Apesar da escuridão profunda e da noite sem lua. Ela se achava em pleno o mar. E não estava sozinha. De repente uma luz aparece confusa na escuridão afastando as sombras. A fada desapareceu do mesmo jeito que veio. Só uma tocha fumarenta a iluminar a claridade avermelhada a entrada das cabinas. E no canto, um par de remos e um bilhete que dizia: Eu sei que o vento teima em espalhar poeira nos dias. Mas ela não deixa. E medo desaparece ao olhar a cada manhã, numa onda de neblina evanescente. O vento sopra. Ela diz sim. Nunca no chão. Porque sua vontade é de céu. No coração costura flores. Para disfarçar o estado da alma. Cheia de remendos. Mas ela tenta de novo. Só que agora. Ela tem remos nas mãos. E vai contente para a luta. "Como se avançasse feliz, para uma festa de luz. "




Frase de Chico Xavier. In Libertação.
Por Pipa A que vai a luta.

7 comentários:

Cris disse...

é meu! é meu!

E dos olhos vieram chamas. Que iluminavam as casas até a manhã seguinte.

Besos

.

renata disse...

coração remendado de flores faz sempre primavera.

beijocas querida!

Noemyr disse...

E ela já consegue ver a luz da tal festa, ó só!
Vc vê?
Eu vejoooo!

Cris Teles disse...

...Como se avançasse feliz, para uma festa de luz...
Lindo, muito lindo esse texto.
Beijos!!

Anônimo disse...

"Mascarou-se e permaneceu calada. Mastigou as idéias e tentou digerir as angústias. Mas elas não desciam. Por mais que se esforçasse." Por que que as máscaras insistem em me perseguir se a minha vontade é gritar aos quatro ventos o quanto estou dodoi, o quanto as angustias me apertam o peito???? Acho que é porque é mais fácil justificar pro mundo e pra nós mesmos que somos fortes e camuflados nessa armadura, somos decididos e inatingíveis! Ai que vontade de voar, como se fosse uma pipa, leve, suave , firme, forte e decidida!

Anônimo disse...

Pipa


Eu preciso te dizer uma coisa.
Depois dessa mensagem de luz, eu te amo.

Anônimo disse...

Lindissimoo!.
Lutar sempree...Desistir jamais...
Tua força de vontade é encorajadoura...

beijos
Naira Gabriele.