11.01.2009

Não se aproximem. Ele tem mesmo que ir.

Tinha um cheiro forte de tinta. Mas não era azul. Vermelho. Foi a cor que vi por dentro. Coloquei sal no lado esquerdo de seu peito. Estou tentando estancar o sangue. Mas ele não para de jorrar. Está por toda parte. Ela só grita: Arde...Arde...Arde...
Pipa. A que.

3 comentários:

Anônimo disse...

Pensando aqui, o que será que fizeram com a Pipa?
Não fica triste não.


Amo sua alma.

Com carinho.

Ana.

Noemyr disse...

Muito lindo, viu?
C ainda vai voar muito alto menina!
Já voa, e nem precisa tirar os pés do chão =)
Beijokas :*

Anônimo disse...

O sal não tem adiantando para estancar o sangue, que insiste em jorrar.... Vc. tem alguma outra receita??? Senão vou precisar de uma transfusão logo... mas dessa vez vou exigir que ele seja azul...quem sabe com sangue azul não haja sofrimento??? Ou melhor o sofrimento tenha sabor de algodão doce!