8.01.2010

Rabiscando horizontes




Arte: © Agócs Írisz



"Tenho olhos dependurados no horizonte.

Como quem pegou no sono

com eles abertos."


Estrela Zíris.





Indecisa. Achei que tivesse virado um fantasma nas últimas semanas. Tinha medo de fechar os olhos e não te encontrar mais. Passei a noite em claro acendendo e apagando a luz do abajur, vendo a caneta se virar de um lado para o outro com simulada displicência. Sobre a escrivaninha, uma fila de rabiscos que dobravam os quarteirões, tentando decifrar um fio de voz que parecia vindo de uma cisterna abissal. Como é difícil calar a voz de dentro.  Mas não consigo me arrepender das decisões que tomei em relação ao amor. Elas me levaram até você. Às vezes fico tateando o escuro, à procura de palavras que se derramam pelos cantos da boca como uma nascente de cobre líquido. Não existem. Tenho medo de me calar e as palavras acabarem morrendo em meus lábios, esfarinhando-se em sopros de sombra inclinados.  Há paixões que honram quem as inspira. Quando voltar, a gente podia se ver no mar. Naquele tom azul celeste que você tanto gosta. Mergulho no passado, recordando-me do naufrágio de nossas vidas. Nado contra a maré, que me leva insistentemente para o lugar onde havíamos estado. Naquele mesmo mar de esperanças que refluem dia após dia, afastando-nos do ponto final. O coração é a única coisa que nos une. Cada batida é uma martelada surda que lança nos ares uma poeira reluzente de lapidação de esmeraldas. E para onde quer que eu vá o pó colorido das boas lembranças que conservo de nós dois, rebrilha. Vou indo, amor. Preciso terminar a sua estátua. Não quero acordar amanhã e pensar em você como se nunca tivesse existido. Vou imortalizá-lo em mim para que nada mais possa nos separar. Esta ausência é só um pesadelo amor, vou estar aqui quando você acordar. Tem dias, que meus olhos escurecem como se não tivessem fundo. Dói. Mas recobro a serenidade e descubro que  dor é a única certeza de que este amor ainda está vivo. E nós, só estamos aqui para possibilitar.




P.S.: Eu te amo, amor. Em agosto, te amarei ainda mais.


Para sempre



Pipa.



45 comentários:

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ NARA CABRAL Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Já foram cantadas em verso e prosa
As incoerências desse tal "amor"...
É um amargo-doce, dor deliciosa,
É tristeza alegre, é frio no calor.

E os sentimentos daquele que ama
Com fervor intenso, com obsessão,
Conforme a ciência já hoje proclama,
São fontes de stress, de flagelação.

Mas como viver sem curtir no peito
Esse stress vibrante e o sofrer de amar,
Delícias de ter um cúmplice perfeito,
Dores e prazeres de compartilhar?
E como ficar nas noites sombrias
Sem sentir na alma a amorosa brisa,
De um abraço amigo pleno de magias,
E do afago amante que nos realiza?

Se amar é sofrer... stress e flagelo...
Hão de preferir nossos corações

A um destino insosso, pobre de emoções...
[Autor: Oriza Martins

Alvaro Vianna disse...

Já fiz estátuas como você. O problema é o tempo que lhes arranca narizes e braços. Mas penso que você seja mais zelosa.
Também gosto de agosto.

Abraço virginiano.

Ziris disse...

És algo entre a esperança e o sempre início dela... O sempre e sibilante início dela... Sabe aquele momento que arranca do canto do lábio um tremer de riso, uma vontade de escancarar ao mundo inteiro? É você!

E lá vai a Pipa pra beira do rio, bacia na mão, sabão. Esfrega forte nas dobras dos dedos. Enxagua na correnteza forte, sacode no vento pra evitar rugas e vincos, todas as suas letras... Estendendo no varal, ao sol! Só sol!

"Tenho medo de me calar e as palavras acabarem morrendo em meus lábios."

Você não veio pra calar, tente e as palavras vão cutucar teu rosto querendo nascer.

Estarei aqui pra te ler, pra sempre!

Só luz a menina Pipa...

Abraço de urso...

Winny Trindade disse...

Ain, querida Pipa, como podes você escrever assim tão lindamente? E coisas tão profundas e tão intensas...

Adoro muito ler-te.

Abraço-te com muito carinho.

Fé Fraga disse...

Que blog mais fofo, =)
Que lindo! As imagens parecem os trejeitos de Pequeno Princípe.
E os textos mt bons, fortes, sensíveis... Bem elaborados!
Virei mais vezes, gostei e vou te seguir.
BeijO.
Fé.
http://mefaltaumpedacoteu.blogspot.com

LUZIA disse...

"P.S.: Eu te amo, amor. Em agosto, te amarei ainda mais.

Para sempre"


Que Lindo texto Pipa.
Gostaria de saber escrever tão lindamente como você para o meu amor.

Bjos, fica com Deus!

Willyan Luemi disse...

(Uma profunda respiração...pronto o coração voltou a bater como de costume)

Por que sou mal leitor:

Você costumava ser a moça que ficava em seu quarto escrevendo grãos de areia, enquanto de longe, eu observava calmo. Mas agora! a distancia entre meus olhos e os seus olhos, é a mesma distancia entre um lado e outro de uma ampulheta. Assustadoramente transcedente ao que é ou não real! Mais estranho do que a ficção.

Pois descobri que existe uma casinha que nos abriga em algum universo paralelo a beira mar
- onde cabem o último desejo de boa noite, e o primeiro bom dia- gestos de um afeto intangível.



P.S. Pipa, Não há barulho apesar de tudo, o que se ouve é só o sentimento atravessando o mundo.

Tangerina disse...

E depois de ler tudo, entendendo ser intenso e pessoal... Só isto é tão compreensivo e claro:

"E nós, só estamos aqui para possibilitar".

a palavra chave: possibilitar.

Um beijo.

H. Machado disse...

É preciso estar com a mente aberta pra te ler. Hoje estou. E isso é bom.

Felicidade Clandestina disse...

beijos com flocos de brilhantes? *-*

adorei!


caiu vários aqui em meu quarto.
brilham tanto.

carregam toda doçura e harmonia que você mandou.


juntamente com essas palavras que vou carregar em meus sonhos.


boa noite :)
beijinho.

Lia Araújo disse...

Pipa querida,
O monstro de chocolate precisa mesmo de uma estátua?
Acho que ele precisa não, senhora.
Ele vai te "assombrar" sempre... se preocupa não Pipa, que vc leva ele aí, nas sua linha, ele a única coisa que te liga a terra... Terá dias que vc vai querer mais o céu... mas, vc tb sempre vai querer aquele marron da terra e dele tb!
E se é pra amar, tem que ser para sempre!
Um dos poderes dos monstros de chocolate, não é que uma vez amados, sempre amados?
Não queria pensar numa menina tão linda bordada de céu triste...

Te abraço. Te afago. E te beijo. Um beijo todo colorido!

P.S Em agosto haverá muito céu azul e sol... " Deixa voar"

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Tens razão, menina Lia.

Ele merecia algo melhor.



rs

Lia Araújo disse...

Oras Pipa!
Ele tem!
Ele tem o seu amor incondicional e a doçura das suas lembranças!
Com isso, quem precisa de estátuas?
Elas ficam velhas, carcomidas, umas são quebradas, outras deterioradas...
mas, aí dentro de ti... ele ta intacto... nenhum sol forte ou vento frio, pode derrete-lo!

;]

Bjos

Denise disse...

Mergulho no passado, recordando-me do naufrágio de nossas vidas.

Nem sei o que dizer,as vezes penso que certos amores só valem se houver reciprocidade.

(sem palavras)

bem querer

Tatiane Lemos disse...

ai que coisa mais linda, em agosto te amarei ainda mais, fofo mesmo*

Eu tmb tenho medo de fechar os olhos e ñ encontrar meu amado, ou calar-me e as palavras sumirem para sempre*

Beijos menina!

Sil.. disse...

Pipa, que lindo texto.
Suas palavras tem esse dom. De puxar a gente pra tão perto de você, como fez comigo.
Tbm tive vontade de fazer uma estátua, mas não tive força.
Não sei se na verdade queria eternizar a dor, porque era assim pra mim.
Quanto a Agosto, estou sabendo atravessar, como diria Caio amado.
É mes do meu aniversário rs, então tenho que deixar tudo azul, azulzinho.
Pra me renovar em força, sempre.

Um cheiro terra molhada pra você.
Que a chuva adube sempre o terreno do seu coração. Que já é tão lindo.
Te abraço!

Obrigada pelo carinho!!!!

Penso, Logo Briso! disse...

OS melhores e mais profundos textos estão aqui :)
Ameii!!!

=*

Boα Semαnα
Jéssicα
http://penso-logobriso.blogspot.com/

Flávia Diniz. disse...

=***

Mima disse...

'Há paixões que honram quem as inspira.'

Ou se há. Há paixões que inspiram esse texto!
Que beleza hein?!

Ainda bem que você não consegue calar a voz de dentro.

Ainda bem. Isso significa que em agosto teremos mais!

Márcio Vandré disse...

Eu também já passei noites querendo escrever poesias descomunais, mas o destino dos rabiscos era o lixo.
Eu sei o que é amar. Sei o que é sofrer também.
Em meio à isso, vivo.
Bom saber que mesmo no mês do desgosto, o amor pode preponderar.
Um beijo, Pipa!

Leo disse...

Eu olhei o horizonte e vi
todinho rabiscado de céu e mar.

era a menina Pipa a voar.
não fiques triste meu bem,
agosto chegou e setembro vai
ser em dobro.

Algumas estátuas choram sangue
deve ser o coração pedindo.

Beijo maior!

Vozes de Minha Alma disse...

Pipa, só mesmo o Amor para construir tão belos sentimentos.
A dor aí, cumpre seu papel, mesmo para que te faça ter a certeza de esse Amor foi glorioso.
Um beijo e um afetuoso abraço do teu leitor.

Ju Fuzetto disse...

"Tem dias, que meus olhos escurecem como se não tivessem fundo. Dói. Mas recobro a serenidade e descubro que dor é a única certeza de que este amor ainda está vivo. E nós, só estamos aqui para possibilitar."

O amor sempre dói!! E tá doendo aqui viu!!!

Linda suas palavras!!

Um beijo do tamanho do mundo!!!

Diego Midlej disse...

Queria um desses...
Pra deixar o desgosto em julho.

WILSON disse...

Baby

Mas tá difícil comentar no seu orkut hein?! A cidade inteira agora está atrás de mim!!! E estão me olhando com cara de herege! Vai ser cobiçada assim lá longe, ou vigiada né!

Bom,eu tou vendo que mesmo no escuro dos teus olhos, tem uma vaga via láctea escorrendo. Mas a vida Pipa querida, cuida dos olhos da gente!

Tudo passa, acredita. Agora fazer uma estátua pra imortalizar um amor, vou te contar viu, esse homem que você ama nem deve ter dormido mais! Daria a alma ao purgatório pra ver a cara dele depois de ler isso!


Eu tou bem Pipa, continuo afundando brejo abaixo, mas a ladeira aqui está mais calma! De vez enquando eu acho uma onça no caminho...Mas ela some do mesmo jeito que aparece. Sinto saudades dela, mas entreguei pra Deus!

E você com vôos colossais! Eu cá, morro de medo de altura. Seus escritos me tiram a paz! E depois o sono!
Fico sempre perturbado com essas palavras que te levam do temporal ao eterno

Vc é única! E repito: Rainha

Seu amigo, Wilson, o terceiro homem.

Pérola Anjos disse...

Doce Pipa, que texto lindo! Consegui sentir o seu coração pulsando em cada linha e encontrei um pouco de lágrimas também, mas isso não ofuscou nem um pouco a delicadeza e poesia que brotam delas, pelo contrário, contribuíram para que o seu sentimento se personalizasse em cada palavra.

Cada momento que vivemos com a pessoa amada, fica eternizado em nossa lembrança, não existe uma borracha mágica que apague isso, que bom que não! Faz parte da nossa história e toda história tem capítulos alegres e tristes.

Que os capítulos alegres prevaleçam em sua vida!

Te fortaleço.
Me fortaleces!
(Adorei isso que você escreveu lá)

Um beijo com gosto, para que o agosto leve todo o desgosto!

Cris . disse...

E agosto sera tão doce quanto essas palavras que saem desses olhos que não tem fundo.

Há paixões que honram quem as inspira.

Beijo grande, Pipa.

ErikaH Azzevedo disse...

Ai Pipa pipa, talvez o que eu tenha pra te dizer vc não vai querer ouvir e por isso me calo,sabe.... pq pra entender é preciso sentir , é preciso interiorizar né! Eu só queria te ver amando diferente , menos dolorido, viu! só isso, me dói ainda te ver a insistir minha menina, eu queria poder te saculejar, nem que fosse pra ver ese monte de brilho que há em ti soltar no ar.

Te gosto viu! Te quero feliz poxa, e custa tanto.

Te abraço forte.

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

Eu vi lá tua resposta minha flor,
fico feliz que tenhas gostado....
temia um pouco que não gostasse.
Nunca quis te ferir com verdades minhas.
Até pq as vezes as verdades são relativas, uma pra cada pessoa.
Eu só quis te dar um pouco do que penso , do meu mundo.
Agora te entendo mais um pouco e te apoio sim mesmo que não te entendesse e não concordasse contigo.

Te gosto, muito...e conta com essa baiana aqui sim, nem que seja pra te fazer uma mandiga das boas, jogar teu problemas nas aguas sagradas de iemanjá e deixar o mar levar bem lá pra longe...odoiá minha mãe...odoiá

Com todas as boa vibrações de axé te cerco e te peço proteção.

Um beijo soprado que te chegue aí ainda quente.

Erikah

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Nota aos Leitores:


À guisa de esclarecimento, gostaria que soubessem que sinto-me como uma galinha que cochila em paz em seu poleiro, mas que, um dia, lembrou-se de outrora e bateu com a cabeça numa táboa. Depois disso eu nunca mais fui a mesma. Tenho os pés no chão, mas a cabeça está sempre nas nuvens.

Desmistifiquemos o Monstro de Chocolate - que tem fome de olhar. É a pessoa mais romântica que já conheci, embora nem ele saiba disso.

Não escrevo para intensificar dores. Escrevo para intensificar emoções.

E claro, escrevo para ele voltar.

rs

Beijos com flocos de brilhante.
Para iluminar o que vem de dentro!


Por aqui é só paz.

Be Lins disse...

...e quando temos a certeza que o amor persiste, ainda que seja a dor que grite, sabe o que acontece? a gente permanece vivo!

Ando gostando de tudo, me rendendo a tudo, soltando os pesos, e seguindo a banda que toca, oque tocar.


Beijo

Crônicas do Cotidiano disse...

Enigmas da menina Pipa...

Bah Pipa! Faltei no teu casamento... Você bem que disse isso no meu espaço. Mas vejo que foi melhor assim! Poxa, não quero ver a Pipa,que sempre voou livre e leve, presa a uma pesada estátua... Eternizar o que se tem para isso? Mas somos assim todos nós. Esculpindo razões e sentimentos... Mas sei lá miguxa... Faz tão pouco tempo que ferveste teus olhos. Mais tempo ainda fugias de monstros, que se camuflavam em gostos inocentes. O amor sempre será um risco. Um risco gostoso, mas vale a pena arriscar. Da mesma forma que você se arrisca em voar em céus tão seus, creio que deves arriscar olhar de perto essa estátua... Pois a ferrugem sempre quer tocar nossa alma e nós com nossas manias de gente grande, vive pintando e recolorindo o coração.

Bjooo na tua alma minha linda!

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Sabe poeta, talvez tenha razão.

Talvez o meu verdadeiro amor viva em Marte. Ele não ia passar tanto tempo sem querer saber como estou...

É como diz o Bento lá no livro:
"talvez, num lugar que não conheço, aonde nunca irei, more alguém que está à minha espera, e que jamais verei." rs...

Mas eu ainda penso que... um dia eu hei de conseguir escrever o verso mais bonito do mundo. E aí sim, ele vai voltar pra me buscar.



Um abraço de hippie...perdidinho que só..

rs

Mariane disse...

Oiieee...

Gosto muito do seu espaçoo... Já tinha um blog sobre livros, criei um outro agora para postar meus textos, poesias, frases.. Quando tiver um tempinho faça uma visita, será um prazer sua presença por lá!!!

Varal de Esperanças - http://marianebraga.blogspot.com

Beijooos!

Rafaelle Melo. disse...

Que doçura! Amei seu texto!

Estou cá fazendo uma estátua também.

Parabéns.

sunshine disse...

Muitas vezes adoro falar, mas hoje suas palavras me calaram.

Sorrisos de orelha a orelha e muita paz.

renata carneiro disse...

o amor é sempre antagônico demais. é coisa pra quem gosta de intensidades.

pipa, amada, você sempre tão querida.
agradeço demais o carinho!

e nem preciso dizer, mas você é sempre bem vinda!

te beijo.

Grafite disse...

que lindooo,
belas escritas!

beiijo,
*.*

Elis Barbosa disse...

Seu texto despertou memorias idas, de quando o meu cometa passou. Foi lindo! Ele ainda mora em mim e graceja sempre que invoco o sentido da palavra amor em toda sua dimensao.

Aderi ao seu voo.

Com carinho,
Elis

Juliana. disse...

É mágico o amor..que linda declaração, suave e doce como deve ser esse sentimento..repleto de cores e vida!
Um beijo Pipa
bom fim de semana!
Ju

Priscila Rôde disse...

"Mas recobro a serenidade e descubro que dor é a única certeza de que este amor ainda está vivo..."

Sabedoria mais linda essa sua, Pipa!

Isabele disse...

Pipa, a cada texto teu me emociono mais. São as palavras perfeitas, tantas ideias subentendidas. Perfeito!

Amanda Arrais disse...

"Mas não consigo me arrepender das decisões que tomei em relação ao amor. Elas me levaram até você."

Essa frase me lembrou aquela outra que diz que se as linhas não fossem tão tortas, não haveriam se cruzado.

E concordo que às vezes a dor é a certeza da continuidade do amor.

Belo texto, menino. =*

Deyse disse...

"Tenho os pés no chão, mas a cabeça está sempre nas nuvens." Me lembrou uma música :)


Que lindo esse teu vôo, Pipa. E a paz de sentir que, em algum lugar da gente, ainda é amor é boa demais. É paz sim. Às vezes perturba um pouquinho, mas ainda é calmaria, mesmo assim.

A estátua deve ficar linda de se ver!


Beijo-te no olho esquerdo :)

Pollycléssio Mota Sá disse...

"Aonde quer que eu vá levo você no olhar..." a esperança de dias melhores nos abastece para correr nas estradas da vida...
nossa vida parece ser um eterno retorno, pro passado que nos fez feliz, mas temos que, a partir do presente olhar pro futuro para alçar voos ainda maiores...
nisto percebemos o valor da esperança, que nos faz sonhar...
sonhe
espere
lute
viva com intensidade....
bj
polícleto