Header

Header

12.05.2009

Ela

Mas que tempestade ácida cai neste vidro embaçado de minha janela. Como quem espera alta num leito de hospital. Ela esperou que ele viesse buscá-la. E que lhe trouxesse morangos. Em seu leito acompanhava os ruídos dos carrinhos de metal deambulando com os serviços de chá sem açúcar. Eu a vejo cada dia mais distante do amor. Deitada sobre a lima das horas. Nos seus olhos imóveis um freio de lágrimas. E a saudade de alguém que já não existia mais. O cheiro ainda era o mesmo. Ela está em coma. E só reconhece a voz de um silêncio que nada preenche. É hora de se fazer de louca. Mas só chove. E o corpo não responde aos seus estímulos. Desconfio que seja o coração, que tenha parado de bater outra vez. Ou será que ele bate tão forte, que precisa de aparelhos para conter os pontos altos? É que ela tem no coração um amor que se pudesse ser vivido, acrescentaria nova luminosidade às estrelas. As subidas e descidas do seu verso não são mais que a realidade do seu presente. Que não flui, porque ela se fechou para o melhor dela. Mesmo no escuro, ela brilha. Toco em sua aura lilás. Penso nela. E vou ficar aqui até ela voltar. A gente se parece tanto.
Pipa. Te abraço forte Cris.

5 comentários:

renata carneiro disse...

quando é forte assim a gente pensa parecido, mesmo longe.

acho lindo!

um beijo.

Anônimo disse...

"É que ela tem no coração um amor que se pudesse ser vivido, acrescentaria nova luminosidade às estrelas." Haaa como eu queria viver esse amor que está aqui no peito, relutando contra a fria realidade da indiferença! O céu resplancederia caso esse amor fosse real.... mas ele só é vivido no mundo imaginário de "um"... enquanto o "outro" suga, vez ou outra, os prazeres da carne e sai satisfeito ....como se isso bastasse! E o "um"....espera, espera, espera... o que não vai chegar!

Cris disse...

...

logo, logo assim que puder, vou escrever...por eqto tá doendo....

com vc, me faço forte!

besos daqui =)

Anônimo disse...

Que lindo Lídia.

Isso aqui está realmente mágico. Como você!


Um beijo gostoso do Tiago

Anônimo disse...

Amei tanto o texto que copiei pra mim!

Um beijin doce que fui em que trouxe denovo pra vc!

Alexsandro