Header

Header

8.29.2011

Intermitências


 
 

  

 Era o sopro do dragão: a faísca de ouro líquido chamuscava 

as asas dos pássaros que sobrevoavam a cidade antiga. 

A criatura flambava-os com loucura.

Mistérios da Paixão.




Lídia Martins

3 comentários:

Julliany kotona disse...

Me apaixonei pelo teu blog,lindo,lindo parabéns gostei tanto que resolvi ficar por aqui já estou a te seguir te convido a conhecer o meu se gosta fique por lá bjos tenha uma exelente noite!

http://julikotona.blogspot.com/

Karol Gonçalves disse...

Nesa vida, nada como flambar!

Roberta Mendes disse...

Mostra-lhe o paraíso que ele tenazmente desconhece e ele te ensinará a indomar um coração.