16.9.11

INFERTILIDADE

Rafal Olbinski 

Muitas vezes fui o que disseram de mim. 
E algumas coisas ficaram gravadas para sempre, 
como um número de série.

lídia martins

Um comentário:

Roberta Mendes disse...

Irmã, dize-me tu o que tu és. Tuas palavras te erigem, alto monumento para adoração de muitos. É isso o que és: uma catedral de palavras. Gótica, às vezes. Mas com que deslumbrantes vitrais!