7.10.2011

Despedida


  DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DOS 

SONHADORES








Adotada e proclamada pela resolução 171


da Assembléia Geral das Emoções Unidas em 24 de Maio de 2.010.





Preâmbulo



Considerando que estamos mais “perdidos do que cego em tiroteito”. Considerando que o desprezo e o desrespeito pelos direitos dos sonhadores resultaram em atos de pura isolação que ultrajaram a consciência desses coitados. Considerando que precisamos uns dos outros para o que não temos capacidade de gerar.



A Assembléia Geral dos Decepcionados proclama:



A presente Declaração Universal dos Diretos dos Sonhadores, com o ideal comum a ser atingido por todos os povos e todas as nações do planeta com o objetivo de que cada indivíduo e cada órgão da sociedade, tendo sempre em mente esta Declaração, se esforce a entrar nessa brincadeira de Faz-de-conta, para o que nomeio a Serena-Cris para dar a ela a finalidade principal, qual seja: “Faz de conta que o céu tá bonito, que a saudade é pequena e que a fé é muita. Faz de conta que a dor foi-se embora. Faz de conta que ama e que é amada. Faz de conta que nada mais sangra, que o sonho não acabou e que o riso é constante. Faz de conta que num piscar de olho a gente constrói o que a gente quiser. Faz de conta que o amor é tanto que corre das veias e chega a sobrar. Faz de conta que a inocência ainda existe e tá pertinho da gente. Faz de conta que as pessoas que a gente gosta apareçam em sonho. Faz de conta que o fio da vida é longo e que nele cabe a eternidade. Faz de conta que as cantigas ocupam o lugar do choro. Faz de conta que a gente consegue desatar os nós de marinheiro que a vida dá. Faz de conta que não é preciso inventar."



Em defesa dos Direitos de nós, Sonhadores, todos estão convidados a participar do movimento dos Sem-Céu. Estamos acampados num barraco na boca da lua.
 
 
 
ARTIGO 1º - É proibido não ter esperanças. Só porque é Janeiro, Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho, Julho, Agosto, Setembro, Outubro, Novembro e Dezembro.

ARTIGO 2° - É proibido não fazer acampamento no jardim às segundas e terças com a barraca do seu irmão emprestada. E a pantufa dos Incríveis também.

ARTIGO 3º - Ninguém será mantido em solidão e os tráficos de tristeza serão proibidos em todas as suas formas.

ARTIGO 4º - Ninguém será submetido a amores não correspondidos, indiferenças, nem a castigo cruel por causa de saudade.

ARTIGO 5° - Todo Sonhador, principalmente os poetas, tem o direito de ser reconhecido pelos seus gestos de carinho, recebendo pelos menos dois telefonemas por dia, e uma mensagem à noite.

ARTIGO 6º - Nenhum sonhador será preso, detido ou exilado por viver no mundo-da-lua.

ARTIGO 7º - Todo sonhador tem direito de decidir quem gosta ou não dele, nada de escutar o que os outros dizem.

ARTIGO 8º - Todo sonhador tem direito a pelo menos um (a) monstro (a) de chocolate, que tenha fome de olhar ou um (a) monstro (a) de groselha que tenha fome de beijar, aí você escolhe o monstro da  sua  preferência, ou um ou outro viu gente.

ARTIGO 9º - Todo sonhador é inocente, até que realidade lhe prove o contrário, o que não vai adiantar, porque ninguém aqui é bobo.

ARTIGO 10º - Nenhum sonhador casado, enrolado, encrencado, separado e principalmente solteiro,  pode ser criticado pela sua mãe, pelo seu pai, pelos tios, primos ou parentes distantes, desavisados, ou até mesmo por quem não tenha nada a ver com isso.

ARTIGO 11º - Todo sonhador tem direito a uma nave espacial ou um disco-voador dentro das fronteiras e limites de cada céu que decidir pousar.

ARTIGO 12º - Todo sonhador tem direito a contrair matrimônio e fundar uma família. Casamento não, né gente? Tá, então vou reformular: Todo sonhador tem direito de ficar com quem ele quiser, independente de compromisso.

ARTIGO 13º - Todo sonhador tem direito  a comer tudo que tiver vontade,  sem precisar se preocupar, podendo ainda,  falar sozinho, cantar no chuveiro e andar descalço na chuva, sem ficar gripado.

ARTIGO 14º - Todo sonhador tem direito a um lugar tranqüilo, para dizer o que pensa e o que sente, bem como saber o que o outro está pensando e sentindo, em público ou em particular, isso inclui broncas.

ARTIGO 15º - Todo sonhador tem direito a um detector de balelas, apto a transmitir informações e idéias quando alguém estiver te enrolando.

ARTIGO 16º - Todo sonhador tem direito à liberdade de reunião e associação pacíficas, para discutir a vida, até alheia se for o caso, com direito a cerveja, vinho tinto, whisky e vodka se precisar.

ARTIGO 17º - Ninguém está obrigado a fazer parte dessa associação, mas quem fizer, na qualidade de membro da sociedade, terá seus direitos emocionais assegurados pelo Sindicato dos Corações Partidos.

ARTIGO 18º  Esta vontade será expressa em posts periódicos, com expressa opinião do povo, para que nos ajudem a descobrir o que vai ser melhor para a nossa vida, até porque, tem coisa que a gente não consegue decidir sozinho.

 ARTIGO 19º - Todo sonhador está obrigado a dar um beijo na testa dos seus avós, dos seus pais, dos seus irmãos, dos seus filhos, dos seus amigos e de quem mais quem precisar.

ARTIGO 20º - Todo sonhador está obrigado a correr atrás de seus sonhos, principalmente os perdidos.

ARTIGO 21º Sonhar junto e sem limites será a base da autoridade, porque nosso estado emocional é completamente dependente.

ARTIGO 22º - VOCÊ TEM QUE ACREDITAR: PORQUE SE VOCÊ ACREDITA, É TUDO VERDADE.



Esses direitos e liberdades não podem, em hipótese alguma, ser exercidos contrariamente aos propósitos e princípios das Emoções Unidas.



É isso aí gente, o vento está soprando, deixa voar....



P.S.: Então, gente. A Pipa está dodói. E dessa vez não é da alma. Sabem como são essas pessoas de papel, se rasgam facilmente. Antes era do coração. Mas as doenças de amor quando me visitam, logo se arrependem e partem em busca de alguém que, ao menos, consiga andar sozinho. Como eu vivia de muletas, não corria esse risco. Comunico o meu afastamento. Para sempre. Bobagem! É por um tempo. Ao menos é o que espero. Não é nada assim de muito grave. Mas médicos, já sabem como são caretas, pelo menos lá  a Pipa pode mostrar a língua sem ele fazer cara feia.  Já  estou sentindo saudades de vocês.  Que droga. Me dá uma raiva de quem me faz sentir falta. Mas não vou ficar tão longe não. A Pipa entrou pro tal do livro dos rostos lá.  O endereço está no twitter. Falando em twitter, também nos falaremos por lá. A moda é um tal de "curtir " agora. Teve até uma pessoa que morreu, coitada, a Pipa,consternada, não sabia como dar os pêsames e colocou  lá: A Pipa "curtiu" isso! Ainda bem que a minha guia espiritual à distância apareceu por lá na hora, ela é devota da Santa Paciência e explicou pra Pipa o que significava. - "Pipa, a morte a gente não costuma curtir não, se toca!"  Aí a ela escreveu:  Pensando bem, a Pipa "descurtiu" isso! Não ri não gente,  foi foda! Fui comentar um poema na página de uma conhecida, quando terminei,  disse: Amiga, você tá linda! Quando subi a barra de rolagem, me aparece um cara só de sunguinha. Suspirei. Olhei  pra uma perna. Depois pra outra. Suspirei de novo. Por fim, antes que eu perguntasse com quem estava falando, olhei outra vez, só que debaixo pra cima. Parei no meio. E levei tempo. E as perspectivas?  Alexandrinas. Na foto ele sorria como aqueles delícias da faculdade de odontologia. Fiquei imaginando se ele não ia pensar que a Pipa  tinha chamado ele de:  Deus me livre! apaguei na mesma horinha! Mas  Pipa explicou que era poetisa e mandou a ele  a Arte de Borboletar.  Foi pra impressionar. No final ele disse que ela era a mulher que ele tanto procurava. Brincadeirinha. E o tanto de gente que apareceu por lá dizendo que aceitou a Pipa sem ela nem chamar? Entendi foi nada. Tinha até um desafeto da 7ª série que contou pro professor de Matemática que a cola da Pipa estava na sola do  allstar.  Por fim, depois de tanta gafe por lá, minha guia espiritual à distância achou por bem fazer um quadrinho marcando um  x nos atos que eu podia praticar.  E o tanto de frase da Pipa que tem por lá? Que coisa mais linda!  No mais, tem um punhado de gente bonita. Vocês. Os rostos das pessoas que vem aqui e  das que ainda não estão, mas vão pra lá. Minha intimidade com a tecnologia está igual meu romantismo. Obsoleto. Ultrapassado. Tem que modernizar. A  galera do Página Cultural, na qual sou colunista, à convite do respeitado publicitário Sérgio Evangelista, e a todos que me visitam por lá, meu muito obrigada, vou tentar mandar algumas coisas pra lá, eis que tenho compromisso com a coluna, ainda não sei como vai ficar, mas aviso vocês, o link está aqui do lado pra quem tiver curiosidade de acessar. Comecei a responder aos comentários deixados no espelho da minha alma, mas infelizmente não deu pra ir em todo mundo.  Gostaria que soubessem que nenhum dos comentaristas que passaram por aqui deixaram de me comover. Nem mesmo naqueles textos em que esvaziava minha alma e alguns diziam :  "Belo post e Siga meu blog!" De coração, obrigada gente. Gosto de seguir  e comentar todos e vou fazer isso aos poucos. Muitas vezes fui aos blogs de vocês, mas a Pipa estava só o bambu, e pra piorar, envergada.  Então apelava para a sabedoria do silêncio, se você não tem o que dizer para acrescentar, não diga nada. Igual as pessoas do twitter. Elas vem e eu aceito todo mundo, sem distinção. Até um estrangeiro que deixou uma mensagem em inglês dizendo que a Pipa agora era parte da máfia italiana. Deve ter sido um pseudônimo pra chamar atenção. Tomara. Se me deletam, respeito e deleto também, até porque, penso que ninguém é obrigado a gostar de ninguém. E quem vem aqui, é porque  gosta da Pipa de verdade. Foi bonito como fui crescendo com vocês. Emocionalmente, espiritualmente. O brilho que me acrescentaram é semelhante ao das estrelas. Um brilho que nunca sonhei.  Vocês avançaram. Eu avancei. A Pipa chega à margem de 700 almas que está deixando desorientadas.  Gostaria que meus pais pudessem ler o que escrevo. Para vocês que estão chegando agora, a Pipa já teve muita coisa bonita pra contar. Nem sempre escreveu coisas tristes. Os seis Massacres dos Pretendentes.  O Santo Forte em que ela foi parar num terreiro de macumba pra tirar a inhaca da alma, coitado do Pai de Santo, nem ele conseguiu ajudar. Tinha até um Monstro de Chocolate que sequestrou o coração da Pipa. Só que o preço do resgate valia mais que o coração, então ela achou melhor  ficar sem coração, deixou pra lá.  Arrisco dizer que se ele viesse pedir perdão pelo que fez à Pipa, ela era bem capaz de dar. Mas nem precisa, os disparos da alma são automáticos quando se trata de perdoar. E depois, não fosse aquele monstro encardido, onde é que Pipa ia conseguir arranjar tanta história bonita pra contar? O essencial é só que fica, gente! A Pipa não guarda mágoa. De  nada. Rabiscando horizontes, Se eu quiser falar com Deus, A chave, e outros tantos que podem gostar. Deixo este céu à vocês para que tomem conta do azul. E o balanço pra que vocês possam me empurrar, viu Roberta ? Ziris, Serena, Leo, Alvin, a mente perversa da Vã, e todos os meus outros companheirinhos de fadiga, segurem a lança pela ponta! Deixo principalmente essa Declaração Universal dos Direitos dos Sonhadores, com a finalidade dada pela minha Sereníssima Cris,  do tempo em que a gente  ainda... Tentem praticar. Assim que a Pipa sarar, vai entregá-la à Dilma. A gente pode perder tudo na vida. Menos os sonhos. Todos os meus amigos são feitos de papel e tinta. Dessa que ainda me sobra. Se  eu perder o alcance do toque, que não perca nunca o alcance da troca!

 Amo vocês.


A gente se vê  no ar!




Pipa. Agora eu era o herói.

42 comentários:

JasonJr. disse...

A Pipa é meio doida (acho),
eu comecei a ler e comecei a rir, MAS todo mundo fala que eu sou também e mesmo assim eu adoro ser desse jeito. :P :D
Bom recesso, feriado, resguardo...
Volte sempre, a porta tá aberta e a casa é sua mesmo. :D

JasonJr. disse...

LEMBRANDOOO que eu adorei o artigo defindo do direito aos sonhadores! :D :D :D

Alvaro Vianna disse...

Já que não é proibido, vamos sonhar, né? Então já sonho com a sua volta aqui contando de uma realidade muito mais promissora. Porque há pessoas constantes que dariam a vida por uma felicidade concreta; planejada e constantemente executada.
Há quem olhe uma pessoa e a entenda como um templo sagrado, lugar de devoção, como todo ser humano é.
Sonhar até que nem é tão difícil. Construir um abrigo seguro para os sonhos é que tem sido mais árduo pra todo mundo. Porque a gente gosta dos nossos e tende a esquecer os dos ooutros. Isso não funciona. Por causa daquilo que o mestre Raul disse: Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade.
E a realidade assim construída é bem mais forte, durável e saudável.

Beijo com saudade daqui.

Laís P. disse...

Pipa, que coisa mais linda esse texto!
Que coisa mais linda a Declaração Universal dos direitos dos sonhadores! =)
O artigo 4º, que singelo, verdadeiro...Parabéns!
Muitos sonhos e fé para você!
Abraços

Rafaelle Melo. disse...

Por que, Pipa? Por que?

Não te questiono por não respeitar teu momento. Sei que essa pausa terá fim e que voltaremos a nos emocionar contigo.

Questiono-te porque agora não era bom tempo para me deixar.
Ainda mais com essas declarações, que me mostram o que já não sei...Vou praticar.

Dentre os encontros virtuais vc é um dos mais belos.
Obrigada por toda companhia e lágrimas divididas. Obrigada pelos sorrisos também, não foram poucos.

Vou te levar no coração e no twitter. Pelo menos por lá ainda terei alguns caracteres da sua sensibilidade para partilhar.

Beijo doce, Pipa!

A gente se ver no ar, e espero que logo!

Fé Fraga disse...

Pipa minha querida amei o direito dos sonhadores. Que a gente não se perca ´por aí e não perca a vontade infinda de sonhar.
Volte logo Pipa, volte com mais poesias e encantos!

Te adoro!

A gente se vê no Twittar e faceboocar, rs..
Fé Fraga.

JanaFerraz disse...

Que máximo que é o direito dos sonhadores. Sonhar é o que nos dá a energia para viver!
Farei de tudo para não perder na correria da vida essa dádiva que é sonhar.

Pipa, estou a te seguir.
Volto aqui mais vezes, volto sempre!
Também tenho um cantinho:
www.misturadinamica.blogspot.com
Ficarei feliz em te receber por lá.

JanaFerraz disse...

O teu blog é um conforto, amei !

♥→ A Pétala... A Thati ♥ disse...

Pipa querida... Você vai e deixa a cada passo um rastro de saudade, mas é saudade cintilante, que vai subindo por nossas pernas e nos faz cócegas, que pousa em nossos corações e lá fica um tanto dos carinhos que vem embutidos nas tuas palavras... Vá, mas não demore e sempre que puder volte pra nos consolar... Suas dores passam a ser nossas também... Osmose.

Que tudo lhe corra bem e que nos traga de volta suas delicias repletas de inspirações.

Thatiana Vaz
http://petalasdesentimentos.blogspot.com/

Anônimo disse...

Você tem uma capacidade terrível de nos fazer sorrir e chorar ao mesmo tempo. Eu ri tanto do morto Pipa. E a sua descrição do cara de sunguinha? Li Rabiscando Horizontes, queria ter escrito aquilo. Mas caí da cadeira mesmo foi em Santo Forte, aconteceu mesmo? Nunca na vida li um escritor que reunisse ternura e cinismo ao mesmo tempo. Você faz isso.

Te acompanho,
em silêncio e rezo para a sua saúde e retorno rápidos.

Leo disse...

Pipa, minha querida e amada amiga, te escrevo com o coração na mão, mas não é de tristeza - pois sei que tudo passa e se faz novo - mas sim a lembranças dos momentos que passamos juntos, os sorrisos, as lágrimas...Momentos dos quais não me esquecerei jamais e tenho a certeza que mais virão.

Lembro-me que Exupéry chorou a morte de um amigo dizendo: Nana substitui o amigo perdido. Ninguém pode criar velhos amigos. Nada vale o tesouro de tantas recordações comuns, de tantas desavenças e de tantas reconciliações e impulsos afetivos.

Amo você, em silêncio e em espera.

Alê disse...

Menina,

Que esse seu stand by passe rapidinho, para que possas nos preencher com suas docilidades,


Um beijo

Mulher Vã disse...

Nunca vi tanta frescura reunida num só lugar.

Eu sei que voce volta, canalha.

Beijo

Monalisa Macêdo. disse...

Não sei, sinceramente nem sei o que dizer, todo esse texto(lindo) e a Declaração Universal dos Direitos dos Sonhadores(adorei, também) me deixaram verdadeiramente encantada. Pelo seu modo de falar, de se expressar, por tanta coisa bonita junta... Eu fiquei sem palavras, e é bem verdade que eu deveria ficar em silêncio, já que quando a gente não sabe o que falar é melhor nem tentar, mas diante disso tudo (suas palavras, e seu afastamento (TEMPORÁRIO!)) não pude não comentar. E como eu continuo sem as palavras para descrever o que meu coração (de sonhadora) sentiu ao ler esse post, eu, deixo aqui o meu silêncio. E a minha enorme esperaça e desejo de vê-la novamente aqui o mais breve possível.
Beijos

Alicia disse...

Ai, Pipa.

Fui lá no ar pra te ler.

Onde é que eu assino?

Velho Santiago disse...

Ah, pipa, minha menina papagaia.. você me faz sorrir. Sou tentado a lhe compartilhar algumas palavras enquanto ouço Adele, minha "nova" Billie Holiday. É tomando um gole de já morna moca que lhe digo que sua Declaração Universal dos Direitos dos Sonhadores me deixa de fora em seus artigos. Não que eu seja um velho pessimista e ranzinza, mas é que por mais que tente (depois de certa idade) algumas coisas se mostram difícis de se conseguir. A dor, por exemplo, não vai embora; os sonhos, sim. Já não fecho os olhos e sonho há tanto tempo! E não há remédio que remedeie essas costas tortas.

A saudade, esta amiga, não quero que se vá, que fique curta, pois é ela a ÚNICA que me faz sentir aqueles que eram cheios de esperança e fé ao meu lado. Muitos deles se foram agora. De um jeito ou de outro se foram. Se me tirar a saudade, fico sem amigos. O céu é bonito às vezes: melancólico, mesmo quando me esqueço de lembrar daqueles que amei, ele se põe e me força o pensamento, então eu os sinto às vezes. É como se fosse meu calendário diário do amor.

Sobre amar, amei tanto, que me esvaziei. Nem sempre recebi amor de volta, e bom e invetarado amante que sou, me dei demais. Mais do que pude suportar. Saco vazio para em pé, pipa? Perdi minha inocência aos 23, mas não é dessa que você fala. Você fala daquela que perdi aos 83. Perder não foi o mais incômodo, o problema foi não reencontrá-la como das outras vezes. O tempo fica curto (e as horas que não passam) que achei por bem deixar a inocência me procurar. Sei que logo ela chega, devagarinha, sem medo, e voltarei a experimentar as coisas pela primeira vez.

Não entendi o que você quis dizer como "fio da vida". Meus velhos assobios, cantigas da vida, ainda me batem na cabeça, mas parecem que não fazem sentido para aqueles que estão perto de mim nesses passos da minha caminhada. Eles me olham com algo que acho ser desconfiança, quase uma condenação. Então às vezes finjo esquecê-las, e então eles me olham como que se eu estivesse me apagando, quando na verdade eles é que estão me apagando. Sabe, perco mais meus dias no olhar dos outros do que nesses passos lentos que dou.


Não sei do que está dodói. Mas saber não importa. A dor do corpo é a dor maior da alma. A alma chora, o corpo sente. Por isso choramos por amor. Se dentro somos dilacerados, por fora cai uma lágrima (mulheres também soluçam às vezes, assim como eu). Mas não importa, isso sempre aconteceu, sempre as pessoas ficaram doentes e choraram soluçando pelo que quer que seja.

SEU MAIOR ERRO, pipa, na sua Declaração bem das sabidas, é "comunicar afastamento". Nessa altura da vida, grande parte dos meus amigos já me comunicaram afastamentos, ou seus parentes me comunicaram... e todos, em todos os casos estavam tão errados como você. Quero que você saiba daí que você está, na verdade, é comunicando um aproximamento que, talvez, nem antes fora capaz de fazê-lo (e nem seria capaz). É quando aqueles pelos quais temos paixão se afastam que na verdade eles se aproximam. Universo doido este nosso, que deixa perto - mais do que nunca - aqueles que longe estão. Seja qual for o motivo.

Fico aqui, porta da casa aberta e leite na geladeira pra te fazer um capucino. Voa, e venha também me tirar o sono. Ou quem sabe a gente podia se ver no ar.

Fabi Anselmo disse...

Pipa, 'se avie' em melhorar!
Já conhecia a sua Declaração e é sempre um espanto te perceber tão bela tocadora de sentimentos!
Te espero voltar!

JasonJr. disse...

Posso por no meu??? Já pus! :D
É maravilhosoooo!!!

Cris . disse...

ARTIGO 20º - Todo sonhador está obrigado a correr atrás de seus sonhos, principalmente os perdidos.

To indo laa agora viu, rs.

te esperando sepre dona Pipa, e nem demore a voltar.
beiijo meu *--*

Cássia Cardoso disse...

Lindo vo guardar para mim.
legal teu blog,adorei
seguindo,segue também ai?
http://www.meninasligadas.com/
@CassiaCardoso
=^.^=
Artigo 22 meu preferido

Patrícia disse...

To dentro! Porque não me vejo outra coisa a não ser sonhadora! Adorei!
Beijos

Anônimo disse...

Votos p q tenha uma boa recuperação q essa Vida né - mole -não.
E na Internet não é diferente -
se é q não deveria.
Mas - vc é Forte "dentes e músculos / choque do azul com as Acácias /
Vc é !?
Mas - sem rasgação de seda
q a cana é treda
e atrás vem gente.
Respira - inspira...
é bom.
Orangotom.
Tudibom.

Confissões disse...

Uma coisa que muito me agrada nos seus textos é a verdade que podemos sentir. Gosto de ler o que você escreve! Parabéns =)

Outras coisas de garotinha... disse...

Te acompanho de longe, em silêncio e, como vc mesma disse, espero que volte logo! Adoro sonhar contigo! Voe por todo mar... e volte aqui!
Paz e luz!

Keli Wolinger disse...

Pipa,

Não se prolongue nesses vôos por muito tempo, pois os ventos que trazem também carregam pedaços de esperança, felicidade e paz.
Te desejo energia boa, dias ensolarados e muitas muletas para se apoiar e mãos para te ajudar quando tropeçar.

Bjos e boa decolagem

Ana Ayan disse...

Volte.

Pollycléssio Mota Sá disse...

tenho medo que você suma da minha vida
tenho medo de perder você, já que foi a poesia que nos juntou
tenho medo ainda que você não consiga curar esse mal do coração

nunca se esqueça de uma ação grandiosa que fez
quando teu coração estava aos pedaços de uma explosão
você me mandou acreditar no amor
e agora você está tentando recosturar teu lindo e amável coração
te dou essa corda
para que você possa recosturar bem forte e ele nunca mais se quebre
sei que pela tua graciosidade e jeito você vai vencer
eu confio e aposto em você
eu te amo
quero estar sempre contigo
ser um anjo na tua vida
te ajudar sempre
Polícleto

Renato Amaral disse...

Mal comecei a curtir esta pessoa maravilhosa, personagem incrivel de papel... ja sinto saudades.
Acabei me rendendo aos seus cantos e encantos; portadora de uma inteligencia impar entre os mortais. Sensivel, linda, misteriosa, cativante. Hodiernamente, analisando minha alma, refletindo e pensando em Deus, Ouso dizer sem qualquer resquicio de duvidas que nada na vida realmente acontece por acaso. Ele tem um plano especifico pra cada um de nos.
"P" de Pipa, "P" de Princesa, "P" de Perseverante.
"L" de Lidia, "L" de Linda, "L" de Lutadora.
Nunca deixe de dizer para vc mesma, "Eu posso, eu Consigo". Afinal como ja dizia o mestre Chico Xavier: "Embora ninguem possa voltar atras e fazer um novo comeco, qualquer um pode comecar agora e fazer um novo fim".
Volte Logo... - Adoro vc!!! Bjux...

Marí Oliveira disse...

Que lindas sua palavras, Pipa...
Que delicia de ler,me senti assim, te ouvindo como se estivesse por perto :)
quanto a 'Declaração Universal dos direitos dos sonhadores' essa leio e releio incansávelmente, porque é em que eu acredito...em tudo.


Um beijo*

* disse...

A declaração dos direitos é um dos melhores textos seus, gosto com força!
Assim como gosto de vc e de td que escreve.
Vim até aqui ver um texto novo, e me deparo com a palavra despedida, da qual nunca gostei :(
Uma pena vc ter que se distanciar, mas espero que as coisas se ajeitem e que vc volte para contar mais coisas pra gente.
Um beijo e a gente se vê por aí, no ar, lá perto das estrelas!
Espia só, a nuvem que a gente gosta vem vindo... Vamos pegar carona e apreciar mais e mais isso que as pessoas grandes chamam de vida!
Abraço apertado!

Pollycléssio Mota Sá disse...

Engraçado como a gente age com os vivos como se fossem defuntos, a Pipa não morreu, os ventos é que pararam de soprar. Eu sou da ideia que se todos nós nos unirmos em um sopro só, a pipa toma novos ares e voa para "mares" desconhecidos. Então vamos lá; no três: Um... Dois... Três...

VOLTA PIPAAAAAA!!!

Soprem também leitores, se a gente se unir ela voa novamente.

Com carinho, Polícleto.

z i r i s disse...

Me lembro da primeira Romaria à Santa Paciência que segui pela metade.
Os romeiros andavam muito devagar. E eu sou adepta do esperar sentada, enchendo a cabeça de fumaça e letras. Ops, o esperar que vem de esperança. Aprendi na enciclopédia da origem das palavras, quando me falta inspiração.
Essa mesma esperança faminta que me engole as palavras quando leio uma despedida. Eu até que arricaria dizer que ela (a Lídia) voltará logo mais a dibicar sua pipa de papel por entre os fios de eletricidade. Se não fosse o fato de ela mesma também ser um fio desencapado. Se alguém aí tem certezas sobre ela, então estou passada.

Ela Volta. Penso que tem momento pra tudo...

Prima, te abraço!


Ziris, a que não 'curtiu' a despedida...

Cristiano Guerra disse...

Porque o que eu tinha de te dizer, já disse. E eu sei que você volta.

Aquele abraço, moça que voa.

Cristiano,
Um dos que olham para o céu.

Pedra do Sertão disse...

UFA...Super criativo o Artigo! Dá para se levar para uma aula de leitura! Abraço

Roberta Mendes disse...

Cheguei tarde. Os comensais já haviam se dispersado. A mesa de restos, as taças pela metade. Essa sua mania de celebrar as despedidas, irmã, de inaugurar esperas.

Em torno do palanque, papéis amarelos com a tua cartilha, numa aleatoriedade de vivas. Ainda havia uma vibração de hinos no ar. Depois, me disseram, sumiste por um mar de braços de 714 pessoas.

Anônimo disse...

E na retina
a Menina recombina...
Q linda!
a Lua -
a Terra...
o azul do seu véu.

birutapontocom

Hérica... disse...

Querida Pipa... sempre passo por aqui e nunca, nunca deixei comentários. Seus textos são incríveis, ótimos para serem lidos naquele momento onde alma pede um "algo" a mais. Espero e rezo para que melhores logo e assim voaremos novamente juntos para além do céu.
Um grande abraço de alguém que acredita que sonhos são possíveis.

Nina Pilar disse...

Amigos um belo dia do amigo pra vcs... na musica do milton nascimento e fernando brant a belíssima _Canção da América_, nada pode representar melhor um amigo e a sua importância...

Canção da América

Amigo é coisa pra se guardar
Debaixo de sete chaves,
Dentro do coração,
assim falava a canção que na América ouvi,
mas quem cantava chorou ao ver o seu amigo partir,
mas quem ficou, no pensamento voou,
com seu canto que o outro lembrou
E quem voou no pensamento ficou,
com a lembrança que o outro cantou.
Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito,
mesmo que o tempo e a distância, digam não,
mesmo esquecendo a canção.
O que importa é ouvir a voz que vem do coração.
Pois, seja o que vier,
venha o que vier
Qualquer dia amigo eu volto a te encontrar
Qualquer dia amigo, a gente vai se encontrar.

depois disso é esperar que nossos corações emocionem-se com nossas amizades como emocionamo-nos qdo ouvimos esta declaração de amor, tão maravilhosamente interpretada na voz do meu querido milton nascimento.

e esperar que cada um de nós escute o que fala o nosso coração...ate pq tudo que eu queria dizer eles já falaram, faço minha a voz deste gigante da nossa musica.

beijinhos queridos um belo dia do amigo todos...

Luzia Medeiros disse...

Pipa, Seja lá por qual motivo for seu afastamento, que ele seja breve, ou melhor, somente o suficiente para que você possa retornar ainda mais bela.
Estou tentando fazer do Universo um projeto maior, e deixei seu blog como inspiração as pessoas que comento, o que é talento, o que é beleza, "A gente podia se ver no ar" é mais que um blog, merece uma extensão maior, infinita, porque o ar que vc respirou compartilhou com todos nós, dando a alguns o folego necessário para continuar a caminhada.
Queria poder te devolver o tanto de carinho que dividiu comigo neste céu, queria ter o poder de faze-la inteira, e talvez consiga, todos nós somos dotados de um super poder, que infelizmente usamos pouco, que é o amor! Vou te enviar através das conversas com Deus, o meu amor, vou pedir a Ele que te entregue um pouquinho todos os dias, dizem que quando nos sentimos amados e protegidos saramos mais rápido, quem sabe se todos fizerem o mesmo tudo se ajeite! Eu estou disposta!
Vou peregrinar no Twitter e Facebook, como sua seguidora, e vamos seguindo até que voltemos ao nosso estado de papel e tinta, num desenho ainda mais bonito, e repleto de palavras de sonho neste ar que aqui estou, acolhida por uma despedida, que inesperada, mas que soe como uma pausa, uma breve pausa nessa nossa poesia diária.
beijos iluminados cheios de esperança, e desejos de que vc encontre rápido o caminho de volta.

Asas que ultrapassam os domínios do Sol disse...

Oi Pipa,
passei para te desejar um maravilhoso voo, pois a quem declara tantos direitos de quem sonha só pode ser livre de corpo e alma...
No mais, gostaria de te dizer FELIZ DIA DO ESCRITOR!
Dia daqueles que lidam com asas, quer dizer, penas. Penas suas, ora de outros, oras de muitos, ora de poucos. Sempre penas que juntas nos alçam, nos lançam, nos carregam de onde jamais deveríamos ter fugido.
Um abração,
Hilda Freitas

Diário das Adolescentes disse...

http://diario-das-adolescentes.blogspot.com/
PARCERIA AMIGA!
JA ESTOU TE SEGUINDO ME SEGUE!

Ramiro Conceição disse...

ASA*
by Ramiro Conceição



Só por hoje,
eu acredito
no acalanto
das mães...

Só por hoje,
eu acredito que
não há racismo
e que a justiça
não é constituída
por canalhas...

Só por hoje,
eu acredito
que a Terra é indivisível,
pois não somos donos
Dela; mas ao contrário
pertencermos ― a Ela
(como sabe à cores e de cor
cada aborígine da Tasmânia).

Só por hoje,
eu acredito
que a teologia, a filosofia,
a ciência, a tecnologia,
a arte e a alegria são partes
da política à sabedoria,
à liberdade humana...

Só por hoje,
penso-sinto que o amor venceu;
e que, realmente, não estamos sós
pois o seu inverso não tem sentido
nem aqui, nem ali - pra além do Sol.

Só por hoje,
eu acredito que o sagrado seja essas mulheres
a ensinar, umas às outras, a arte de amamentar.



PS: 1)esse poema faz parte do "Jardim dos Castanhos"; 2*)(Associação dos Sonhadores Anônimos)