Header

Header

12.12.2009

Ela

Há fumaça no vento. E meu equilíbrio, ela carrega. Só ouço os estalos de trovões chicotearem a torre. Tento tapar os ouvidos, impedindo seus gritos de horrores. De nada adianta. Acampo-me numa pedra, tentando me cobrir com um jornal antigo. Mas a chuva apaga minha fogueira. Retiro dela, o caldeirão de sonhos que juntei, pendurado em um estábulo de metal. Eles borbulham flamejantes, me pedindo para serem salvos. Eu os derramo no chão. Mas antes, os benzo fazendo o sinal da cruz, para que descansem em paz. Vejo seus estalidos coloridos encharcarem o poncho da terra que arde de olhos abertos. Não consegui. Eu não consegui gente. Faço uma perícia das minhas qualidades humanas. E tudo o que vejo é destrutivo e sem sentido. Minha mãe me manda calar a boca. Enquanto minha alma sai do corpo tocando um violoncelo.



Lídia Martins

11 comentários:

Costureira de estrelas. disse...

Que possa ficar tudo blues =)
Beijos no coração :*

Cris disse...

ô, nega!

faz isso comigo, não! não quero te ver triste! muito pelo contrário, quero que apare as asas porque logo logo estaremos voando por aí ... em céus mais risonhos, cheias de luz ...

e eu te gosto tanto...

abraço apertado =)

.



.

Anônimo disse...

Santo Deus - Fantástico!

Eu sei que isso é pressão Pipa. Toda vez que a gente está sob pressão de alguma coisa, a vontade é tirar a alma do corpo. Eu também sou assim. Tem algumas explicações que eu simplesmente não sei dar. E você faz isso como ningúem.


Extraordinária alma!
Um abraço,
Vicente

Anônimo disse...

"Eu não consegui gente. Faço uma perícia das minhas qualidades humanas. E tudo o que vejo é destrutivo e sem sentido." Lembrar é Dezembrar....é mês de balanço, retrospectiva....e a conclusão qu chego das minhas qualidades humanas....é despresível.....só pode ser... só consigo afastar as pessoa que mais quero ter perto! Quero me reiventar, preciso me surpreender....pq cançei das minhas decisões previsíveis...Mas tudo bem, 2010 está chegando...é tempo de esperança....

garotabossanova disse...

Se a despeito de tudo sua alma consegue sair de seu corpo e tocar violoncelo é pq há esperança...da próxima vez experimente dançar junto com ela, experimente parar para, respirar e sentir o ritmo do mundo...neste mesmo momento alguém pode estar pensando em vc...e vc vai conseguir ouvir.

Abraço apertado!

Lathife Cordeiro {..aquela} disse...

O som do violoncelo pode ser mais vivo do que o do trovão.
Experimente!

bjs e obrigada pela visita e comentário lá no céu de brigadeiro :*

Roberta Blá disse...

São nos nossos momentos nostálgicos que encontramos a beleza das palavras. Adorei o texto e o blog.Lindos!
Beeeijos flor!
;*

Marcelo disse...

Legal o text..o vazio nao preenche ...foda..


bjoss

ticoético disse...

Cara,às vezes eu fico me perguntando como é que algumas pessaos fazem isso,falo de deixar um clima utópico no blog,mesmo em momentos q parecem tristes há fantasia,eu me encanto,enfim,belo texto,gostei muito disso aqui.
abraço (:
ps:e fique bem,se não estiver pois se estiver,fique melhor ainda !

renata carneiro disse...

nas notas tristes do violoncelo, também mora a beleza de sua melodia. você viu?

bejocas estaladas!

Lathife Cordeiro {..aquela} disse...

Selinho pra ti no céu de brigadeiro.

bjks :*